Segunda-feira, 25 de Abril de 2016

British Council promove atividades sobre identidade de gênero com dramaturga escocesa Jo Clifford que apresenta espetáculo inédito no Brasil

O British Council traz para o Brasil a atriz e dramaturga Jo Clifford para participar de atividades sobre questões de identidade e de gênero em São Paulo e Rio de Janeiro, e para se apresentar pela primeira vez no Brasil com o espetáculo The Gospel According to Jesus, Queen of Heaven, na cidade de Belo Horizonte (em uma parceria com FIT BH - Festival Internacional de Teatro, Palco & Rua de Belo Horizonte).

A peça traz Jesus no tempo presente, na pele de uma mulher transgênero. Histórias bíblicas são recontadas em uma perspectiva contemporânea que discute as interpretações vigentes do cristianismo que contribuem com a opressão e a intolerância sofrida por pessoas trans na nossa sociedade. 

Aos 65 anos, residente em Edimburgo, com cerca de 80 peças escritas, muitas montadas em vários países, Jo Clifford foi a primeira dramaturga declaradamente transgênero a ter um texto de teatro montado no West End (circuito comercial) de Londres, com o Great Expectations (em 2005). Integra a companhia teatral Queen Jesus Plays, formada também pela diretora Susan Worsfold e pela produtora Annabel Cooper. 

A visita de Jo Clifford começa pelo Rio de Janeiro, como convidada especial da primeira atividade do ano da FLUPP Pensa, ação que integra a Festa Literária das Periferias, a FLUPP (dia 7 de maio); depois, segue para São Paulo onde ministra uma oficina no Núcleo de Dramaturgia SESI-British Council (dias 10, 11 e 12 de maio); em seguida, apresenta o espetáculo The Gospel According to Jesus, Queen of Heaven, no FIT BH - Festival Internacional de Teatro, Palco & Rua de Belo Horizonte (dias 21, 22 e 23 de maio).

Sua estada em São Paulo inclui, ainda, uma série de eventos como um bate-papo na Escola Livre de Teatro de Santo André e um debate aberto ao público no Instituto Tomie Ohtake, ambos aberto ao público.

Estão previstos também encontros e colaborações com a diretora Natalia Mallo e com a atriz Renata Carvalho que, juntas, estão montando uma versão brasileira da peça O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu (prevista para estrear em julho no Brasil). 

Programação no Rio de Janeiro

A dramaturga participa da FLUPP Pensa – projeto de formação de autores e leitores promovido pela Festa Literária das Periferias (a FLUPP) –, dia 7 de maio, sábado. Jo Clifford será recebida na Cidade de Deus para um encontro com moradores da comunidade e jovens autores, onde compartilha sua historia de vida e sua experiência na escrita teatral. Em seguida, será feita a leitura da peça The Gospel According to Jesus, Queen of Heaven (com legendas em português). 

Programação em São Paulo

Jo Clifford ministra o workshop A Empatia na Escrita Dramatúrgica - Desenvolvendo a Escuta para o Núcleo de Dramaturgia SESI-British Council, dias 10, 11 e 12 de maio. São 16 vagas, as inscrições são gratuitas e podem ser feitas de 25 de abril a 1º de maio pelo site www.sesisp.org.br/dramaturgia.

No dia 25 de maio, quarta-feira, das 17h às 20h, Jo Clifford participa de um bate-papo na Escola Livre de Teatro de Santo André, onde conta sobre sua história de vida e sua experiência como dramaturga. 

O Instituto Tomie Ohtake recebe Jo Clifford para um debate com a Paula Beatriz no dia 30 de maio, segunda-feira, das 15h às 18h, integrando a programação do Ciclo de palestras: Mediações Acessíveis que nesse dia tem como tema: LGBT e a Promoção da Diversidade na Cultura – Desmitificando Lugares Comuns. Paula Beatriz é diretora da Escola Estadual Santa Rosa de Lima (SP), militante e ativista, integra o Fórum Paulista de Travestis e Transexuais.

Em São Paulo, Jo Clifford e a diretora Susan Worsfold passarão alguns dias trabalhando em colaboração com a diretora Natalia Mallo para finalização de uma versão brasileira da peça O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu. Natalia Mallo conheceu o texto em Edimburgo, em 2014, quando viajou à convite do British Council e assistiu o espetáculo na capela de St. Mark's. Arrebatada, partiu para a tradução e adaptação e iniciou parceria artística com Jo Clifford. Em 2015, começou processo para a seleção de uma atriz com chamamento nas redes sociais: “procura-se atriz trans”. A inscrição foi realizada por meio do envio de um vídeo com a leitura de um trecho do texto pelas atrizes interessadas. A atriz Renata Carvalho foi a selecionada.

Programação em Belo Horizonte

Como parte da programação do FIT BH - Festival Internacional de Teatro, Palco & Rua de Belo Horizonte, Jo Clifford apresenta o espetáculo The Gospel According to Jesus, Queen of Heaven, dias 21, 22 e 23 de maio, no Museu Mineiro, às 21h.

Apresentada pela primeira vez no Brasil, a peça dirigida por Susan Worsfold com texto e atuação de Jo Clifford mostra Jesus, como mulher, vivendo nos dias de hoje. O espetáculo estreou em 2009, em Glasgow, na Escócia, onde foi apresentado dentro de uma igreja. Em 2015, integrou a programação Made in Scotland, uma seleção dentro do Edinburgh Festival Fringe - um dos mais importantes festivais de artes do mundo, com grande repercussão de mídia e público. O espetáculo recebeu o Prêmio Scottish Arts Club, como melhor teatro escocês no festival. Jo Clifford recebeu o LGBT Award, e a peça ganhou projeção internacional com turnês agendadas em diversos países.

Jo Clifford acredita que o teatro tem esse poder transformador. “Em geral, as pessoas que assistem a peça saem profundamente tocadas, emocionadas. Pode parecer estranho, mas eu não acho que o tema da peça seja controverso. Tudo que estou tentando dizer é o que Jesus, Ele mesmo, disse nos Evangelhos: que todos somos filhos de Deus e que devemos nos amar uns aos outros. Já fiz a peça em muitos lugares: em quarto de hotel, em teatros, salas de aula, casa noturna e num bar - e também em muitas igrejas onde o público era Cristão. E estes, em especial, se deixaram tocar e foram tocados.”

Sobre Jo Clifford

Dramaturga premiada, atriz, tradutora, poeta e performer, também trabalhou como jornalista e acadêmica. É autora de 80 peças de teatro, muitas traduzidas em vários idiomas. The Gospel According to Jesus, Queen of Heaven foi sua estreia como atriz, no Fringe - Festival de Edimburgo em 2014.

Suas peças têm sido montadas por diversas companhias no Reino Unido e no mundo. Sua adaptação de Great Expectations, de Charles Dickens, tornou-a a primeira mulher transexual a ter um texto montado no circuito do West End de Londres. Há 30 anos seus textos são montados e apresentados no Festival de Edimburgo.

Em 2015, escreveu e apresentou na Radio BBC da Escócia o programa Transgendered Lives. Protagonizou o High Heels Aren’t Compulsory, filme que recebeu o prêmio de público de Melhor Curta Metragem do Festival de Cinema SQIFF (na Escócia).

Foi a primeira mulher transgênero convidada a proferir um discurso feminista no evento anual Burns Supper, que celebra a vida e obra do poeta escocês Robert Burns, em 2016. Jo Clifford fez o discurso Reply to the Toast to the Lassies (Resposta ao Brinde das Mocinhas) na presença da primeira ministra da Escócia, Nicola Sturgeon.

A peça Every One foi recentemente montada no Battersea Arts Centre, em Londres, e está em fase de produção no Japão. No momento, Clifford está criando um texto em parceria com o National Theatre of Scotland, com estreia prevista para o segundo semestre de 2016.

Ela costuma dizer que tem muito orgulho de ser pai e avó. 

Mais informações no blog www.teatrodomundo.com

Sobre o British Council

O British Council é a organização internacional sem fins lucrativos do Reino Unido para relações culturais e oportunidades educacionais. Seu trabalho busca estabelecer a troca de experiências e criar laços de confiança por meio do intercâmbio de conhecimento e de ideias entre pessoas ao redor do mundo. A organização está presente em mais de 100 países e trabalha com parceiros como os governos em diversas instâncias, organizações não-governamentais e iniciativa privada, em ações relacionadas à promoção da língua inglesa, cultura, artes, educação e programas sociais.

Sobre o British Council Transform

O Transform é um programa de artes do British Council, iniciado em 2012, e idealizado para conectar produtores, artistas, autoridades e as principais organizações de artes do Brasil e do Reino Unido. O projeto busca fortalecer os laços entre profissionais e instituições de ambos os países para resultados de longo prazo. Acesse:  www.britishcouncil.org.br/transform.