Terça-feira, 08 de Março de 2016

Ex-alunos de universidades britânicas celebram conquistas em cerimônia de premiação internacional

Education UK Alumni Awards e SwB UK Ambassador reconhecem excelência de brasileiros em projetos e desempenho acadêmico.

No dia 7 de março, no Centro Brasileiro britânico, os três vencedores do prêmio Education UK Alumni Awards foram anunciados. Eles são Henrique Pereira, na categoria Empreendedor, Jaime Oliveira, na categoria Conquista Profissional e Leticia Osório na categoria Impacto Social. 

Foram 800 inscrições vindas de mais de 110 universidades do Reino Unido. O prêmio Education UK Alumni Awards, criado pelo British Council, em parceria com instituições de ensino superior britânicas, foi criado para reconhecer talentos em empreendedorismo, conquista profissional e impacto social de pessoas que estudaram em instituições de ensino superior do Reino Unido nos últimos dez anos.

Exemplo disso é o mineiro Henrique Pereira, de Belo Horizonte, que fez mestrado em Meio-Ambiente e Desenvolvimento na London School of Economics & Political Science (LSE). No retorno ao Brasil, fundou a WayCarbon, uma empresa de tecnologia que promove a transição da sociedade para uma economia de baixo uso de carbono. Sua empresa já desenvolveu mais de 300 projetos em 154 instituições. Henrique diz, “a decisão de estudar no Reino Unido foi um marco na minha vida profissional. O mestrado me deu a chance de focar em um assunto pelo qual sou apaixonado. Quando estudamos fora, somos confrontados com inúmeras visões de mundo.”

Também no dia 7 de março foi anunciado o grande vencedor do concurso SWB UK Ambassador 2016. Luiza Negri foi escolhida entre 70 candidatos de todo o Brasil, todos eles ex-alunos do programa Ciência Sem Fronteiras no Reino Unido. Luia vai, a partir de agora, ajudar no desenvolvimento de carreira de jovens talentos e inspirar centenas de brasileiros que desejam  estudar em algumas das melhores universidades do mundo. ‘Será um prazer dar continuidade ao trabalho que o Lucas Leung fez no ano passado’, disse.

‘Há muitos motivos para comemorar o que esses jovens atingiram. Eles são os melhores dos melhores e escolheram o Reino Unido para estudar. E essa conexão jamais poderíamos perder. A parceria de educação entre Brasil e Reino Unido é forte e terá vida longa’, comemorou a Primeira-Secretária de Educação da Embaixada Britânica, Nnenne Iwuji-eme.

Para Jacqueline Jenkins, Consultora senior de Educação do British Council, “é incrível conhecer estas histórias inspiradoras que demonstram o impacto que um curso no Reino Unido pode ter em indivíduos e países ao redor do mundo”.

CONTATO
Para mais informações entre em contato com nossa assessoria de imprensa através do email centro.info@britishcouncil.org.br ou ligue para (11) 2126-7500.

Sobre o British Council

O British Council é a organização internacional sem fins lucrativo do Reino Unido para relações culturais e oportunidades educacionais. Seu trabalho busca estabelecer a troca de experiências e criar laços de confiança por meio do intercâmbio de conhecimento e de ideias entre pessoas ao redor do mundo. A organização está presente em mais de 100 países e trabalha com parceiros como os governos em diversas instâncias, organizações não-governamentais e iniciativa privada, em ações relacionadas à promoção da língua inglesa, cultura, artes, educação e programas sociais.  Informações: http://www.britishcouncil.org.br/

Sobre a Parceria UK-Brazil em Educação

A parceria entre Brasil e Reino Unido no âmbito da educação começou em 1938, quando Vinicius de Moraes tornou-se o primeiro bolsista brasileiro na Inglaterra. De lá para cá, dezenas de projetos fortaleceram os laços entre os dois países. São iniciativas nas áreas de ensino de língua inglesa, graduação e pós-graduação, ensino técnico e intercâmbio entre profissionais. Saiba mais sobre o que a missão britânica faz no Brasil pelo Facebook (/UKinBrazil), Twitter (@ukinBrazil) e Google Plus (+ukinbrazilnetwork).

Sobre o Ciência sem Fronteiras Reino Unido

Desde 2012, mais de 11 mil brasileiros foram enviados ao Reino Unido através do programa Ciência sem fronteiras. A iniciativa representa um grande impulso em direção à internacionalização da educação superior no Brasil e ajuda a fortalecer as ligações acadêmicas entre os dois países.