Quinta-feira, 29 de Outubro de 2015

Iniciativa britânica que transforma a vida de moradores de rua através da arte chega ao Brasil para visita de capacitação e intercâmbio nas preparações para Rio 2016

Projeto With One Voice Brasil traz dez representantes do Reino Unido para visitas no Rio de Janeiro e em São Paulo entre 3 e 13 novembro

Comprometidos com o legado Olímpico de Londres e inspirados pelo poder transformador das artes, dez representante britânicos realizam uma visita ao Rio e a São Paulo de 3 a 13 de novembro como parte da comitiva do projeto With One Voice Brasil. A delegação irá conhecer iniciativas brasileiras voltadas à população de rua, visitar programas de reabilitação para dependentes químicos, e conversar com formadores de políticas públicas e integrantes de programas artísticos que trabalham com moradores de rua no Brasil. Os objetivos gerais do programa são realizar um intercâmbio de conhecimentos e de capacitação artística no setor a fim de ampliar a atuação do setor no país e desenvolver um evento oficial para as Olimpíadas Culturais do Rio 2016.

A iniciativa é um legado do programa internacional With One Voice, idealizado pela da ONG inglesa Streetwise Opera, que faz uso da música como ferramenta para transformar a vida de moradores de rua no Reino Unido, ao mesmo tempo que investe na capacitação profissional, na troca de conhecimentos e no fortalecimento do segmento artístico no mundo inteiro. With One Voice surgiu durante as Olimpíadas de Londres 2012 quando, pela primeira vez na história, moradores de rua fizeram parte da programação cultural oficial das Olimpíadas, realizando apresentações na icônica Royal Opera House. Devido ao enorme sucesso, e com o apoio do British Council e da Gulbenkian Foundation, o projeto agora busca continuidade junto aos jogos Rio 2016 e Tóquio 2020 .

O projeto With One Voice Brasil nasceu em 2013, fruto de uma visita de representantes da Streetwise Opera e da People's Palace Projects, que pesquisavam a situação da população de rua no Rio e em São Paulo e a necessidade de projetos de artes locais. Eles descobriram que, havia um interesse latente nas organizações e setores governamentais por desenvolver projetos em arte com esta população. O desenvolvimento de projetos artísticos como apoio a moradores de rua é uma tendência crescente em todo mundo, e já existem mais de 50 projetos renomados que promovem o bem-estar e a inclusão social. O Reino Unido é reconhecido como um dos líderes mundiais nesta área, com mais de 30 organizações não-governamentais estabelecidas e metodologias de avaliação e acompanhamentos conceituadas.

Em abril de 2015, uma delegação composta por membros dos governos municipais, e organizações que trabalham em projetos com população de rua e membros do Movimento de População de Rua do Rio de Janeiro e São Paulo viajaram ao Reino Unido para uma semana de intercâmbio e capacitação nas cidades de Londres e Manchester. São eles: Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social do RJ, Circo Crescer e Viver, Associação Solidária Amigos de Betânia, Movimento de População de Rua do RJ, Secretaria de Direitos Humanos e Cidadania de SP, Organização de Auxílio Fraterno (OAF), Companhia Teatral Os Satyros e Movimento de População de Rua de São Paulo.

Agora é a vez da delegação inglesa chegar ao Brasil. Representantes de importantes organizações do Reino Unido integram a delegação que visita ao Brasil em novembro, tais como Booth Centre, Choir with No Name, Café Art, Cardboard Citizens, Streetwise Opera, Crisis Skylight e Homeless Link. Também fazem parte da comitiva uma vereadora e um representante da população de rua da cidade de Manchester. 

O projeto With One Voice Brasil é uma parceria entre a Streetwise Opera e a People's Palace Projects, organização artística que desenvolve intercâmbios culturais entre o Reino Unido e o Brasil, com apoio do British Council Brasil através do programa Transform, Fundação Calouste Gulbenkian, Arts Council England, Movimento Nacional da População de Rua do Brasil e das Prefeituras de São Paulo e do Rio de Janeiro.

Objetivos e ações durante o intercâmbio:

Projeto piloto do “Café Art” em São Paulo – O premiado projeto de artes visuais de Londres produz um calendário anual com fotos tiradas por moradores de rua. O projeto terá um piloto em São Paulo onde 50 moradores de rua, após participarem de um breve treinamento, receberão câmeras descartáveis para produzirem suas próprias imagens da cidade de São Paulo. No dia 3 de novembro, será realizado um evento de entrega das câmeras a 50 moradores de rua, no Viaduto do Glicério (SP). No dia 5 de novembro será feito outro evento para retorno das câmeras e a seleção das fotos deve ser realizada por um painel examinador na tarde do dia 7 de novembro.

Expansão de corais para a população de rua no Brasil – A música é uma das plataformas artísticas mais utilizadas para integração da população de rua em diversos países. O 'Choir With No Name' é o coral britânico de moradores de rua mais renomado no mundo. O objetivo é aumentar tanto a quantidade desses corais no Brasil como a capacidade do único existente atualmente, formado pela Associação Solidários Amigos de Betânia, na Zona Oeste do Rio. Nos dias 10 e 11 de novembro, o gerente de coral da 'Choir With No Name', Peter Churchill, realizará um workshop com o coral da Associação Solidários Amigos de Betânia (RJ), além de um treinamento com novos potenciais líderes de corais de população de rua na cidade.

Pesquisa sobre o Movimento Nacional da População de Rua do Brasil como preparativo para adaptação em Manchester - o Movimento Nacional da População de Rua foi organizado para facilitar e promover o diálogo com o Poder Público em todos os estados. A delegação do Reino Unido, que inclui um morador de rua de Manchester, uma vereadora do partido trabalhista e a chefe de um centro de convivência para a população de rua da cidade, está interessada em organizar um movimento parecido com o MNPR no Reino Unido.

 Planejamento para o evento do Rio 2016 - O intercâmbio envolverá o planejamento de um evento oficial para as Olimpíadas Culturais do Rio 2016, junto com os parceiros do Brasil, do Reino Unido e de outros países.

Outros objetivos incluem intercâmbios entre o Cardboard Citizens e grupos ligados a população de rua no Rio e em São Paulo; capacitação para projetos de arte em centros e abrigos pelo Crisis Skylight e pelo Booth Centre; ampliação da rede brasileira de artes com a população de rua; facilitação do diálogo entre projetos que usam as artes para apoiar a população de rua em todo o mundo.

No dia 13/11 das 10am às 5pm, representantes de todas as organizações inglesas participarão de um seminário juntamente com membros do governo municipal e organizações do setor no Rio de Janeiro para abordar a importância do desenvolvimento de programas em arte voltados para a população de rua. (Local a ser confirmado).

A visita ao Brasil segue o modelo do intercâmbio no Reino Unido realizado em abril de 2015, quando 14 delegados do Rio e de São Paulo foram a Londres e a Manchester. Fizeram parte da delegação o vice-prefeito do Rio de Janeiro, oficiais responsáveis pelas políticas para a população de rua das Prefeituras do Rio e de São Paulo, o diretor do coral da Associação Solidários Amigos de Betânia, um artista que criou bonecos com a população de rua de São Paulo e representantes do Movimento Nacional da População de Rua. Eles conheceram de perto organizações como Choir with No Name, Cardboard Citizens, Open Cinema, Crisis Skylight, Cafe Art, Booth Centre, Royal Exchange e Acting on Impulse, visitaram diversos centros de convivência para a população de rua do Reino Unido e conversaram com representantes das prefeituras de Londres e de Manchester.

Sobre o British Council

O British Council é a organização internacional sem fins lucrativo do Reino Unido para relações culturais e oportunidades educacionais. Seu trabalho busca estabelecer a troca de experiências e criar laços de confiança por meio do intercâmbio de conhecimento e de ideias entre pessoas ao redor do mundo. A organização está presente em mais de 100 países e trabalha com parceiros como os governos em diversas instâncias, organizações não-governamentais e iniciativa privada, em ações relacionadas à promoção da língua inglesa, cultura, artes, educação e programas sociais.  Informações:http://www.britishcouncil.org.br/