Segunda-feira, 29 de Junho de 2015

Museu do Amanhã e Science Museum firmam parceria 

Acordo será assinado no próximo dia 26 ao final do seminário "Museus e seus públicos", no Museu de Arte do Rio – MAR  

O Museu do Amanhã e o Science Museum de Londres assinam um acordo de parceria no dia 26 de junho, sexta-feira às 13hs, com a intenção de promover o intercâmbio de exposições e equipes e, também, a formação de professores. A diretora adjunta do Science Museum, Jean Franczyk; o presidente do Instituto de Desenvolvimento e Gestão (IDG), Ricardo Piquet ¬- organização social de cultura responsável pela gestão do Museu do Amanhã; o diretor do British Council no Brasil, Eric Klug; e o cônsul geral do Reino Unido no Rio de Janeiro, Jonathan Dunn estarão presentes. O encontro acontece após o encerramento do seminário "Museus e seus públicos", realizado pelo British Council no Museu de Arte do Rio – MAR.  

O Science Museum Group é um dos maiores e mais importantes grupos de museus de ciência e inovação no mundo. Com cinco museus na Inglaterra, o grupo recebe mais de 5 milhões de visitantes por ano, e possui mais de 7 milhões de objetos coletados em 150 anos de trabalho. O Science Museum em Londres está entre as atrações mais visitadas do Reino Unido, sendo visitado por mais de 3 milhões de pessoas a cada ano. "Estamos felizes em iniciar a parceria com o Museu do Amanhã e com as oportunidades que nascem dessa troca. Ambos temos como objetivo ampliar o conhecimento de ciências para que cidadãos possam participar de grandes debates sobre o futuro e contribuir para a prosperidade e o bem-estar de nossas nações", conta a diretora Jean Franczyk. 

Uma das âncoras da revitalização da Zona Portuária carioca, o Museu do Amanhã é um museu de ciências que vai explorar as possibilidades de futuro e a maneira como queremos viver e conviver no mundo. Para Luiz Alberto Oliveira, curador do Museu do Amanhã, esta parceria vai trazer novas perspectivas e um grande aprendizado. "Os museus do Science Museum Group, em especial o de Londres, são instituições de tradição e prestígio. Para nós, do Museu do Amanhã, esta parceria é um passaporte para começarmos a integrar este grande time, que tem expertise no assunto", afirma. 

O documento prevê o intercâmbio de experiências e conteúdo. As duas instituições vão trabalhar em conjunto para promover o conhecimento científico, em eventos como seminários e exposições, além de programas educativos, formação de equipes e atividades na área de Ciência e Tecnologia. Entre as primeiras ações previstas está a realização de uma exposição do Science Museum no Museu do Amanhã, em 2016.   

"Acreditamos que esta é uma parceria muito potente para ampliar e qualificar as ações de ambos os museus, comprometidos em construir uma sociedade mais consciente a partir do acesso e do engajamento com as ciências", conclui Lucimara Letelier, diretora adjunta de Artes do British Council. A instituição pretende seguir apoiando esta parceria, em especial no intercâmbio de equipes e capacitação de professores integrados a seus programas nas áreas de museus e de STEM (sigla em inglês para Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática). 

 A Fundação Roberto Marinho - responsável pela concepção e implementação do Museu do Amanhã com a Prefeitura do Rio de Janeiro - e o Science Museum começaram a construir este acordo de cooperação na edição 2013 do Programa Transform de Museus, iniciativa do British Council que realiza intercâmbios entre profissionais e museus brasileiros e britânicos. 

Ambos os museus recebem apoio institucional e investimento da BG, grupo de óleo e gás. Em sua parceria com o Science Museum em Londres, o BG Group incentiva as atividades educativas e culturais voltadas para a ciência. No Rio, a BG Brasil é mantenedora do Museu do Amanhã e patrocinadora do Museu de Arte do Rio - MAR, por meio da lei de incentivo à cultura. 

Iniciativa da Prefeitura do Rio de Janeiro e da Fundação Roberto Marinho, o Museu do Amanhã tem o Banco Santander como Patrocinador Máster, a BG Brasil como mantenedora e conta com o apoio do Governo do Estado, por meio de sua Secretaria do Ambiente, e do Governo Federal, por meio da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e da Secretaria dos Portos.

CONTATO
Para mais informações entre em contato com nossa assessoria de imprensa através do email centro.info@britishcouncil.org.br ou ligue para (11) 2106-7500.

Sobre o British Council

O British Council é a organização internacional do Reino Unido para relações culturais e oportunidades educacionais. O trabalho da instituição busca estabelecer a troca de experiências e criar laços de confiança por meio do intercâmbio de conhecimento e de ideias entre pessoas ao redor do mundo. A organização está presente em mais de 100 países com cerca de oito mil funcionários, trabalhando com importantes parceiros, como os governos em diversas instâncias, organizações não governamentais e iniciativa privada, em ações relacionadas à promoção da língua inglesa, da cultura, das artes, da educação e de programas sociais. O British Council é uma organização britânica sem fins lucrativos e que tem como objetivo de trabalho tornar o Reino Unido e o mundo todo mais próspero e seguro. Para mais informações, visite o site www.britishcouncil.org.br.

Sobre o Transform

O Transform é um programa de artes do British Council, com quatro anos de duração, iniciado em 2012, e idealizado para conectar produtores, artistas, autoridades e as principais organizações de artes do Brasil e do Reino Unido, buscando fortalecer os laços entre profissionais e instituições de ambos os países para resultados de longo prazo. Mais de 85 instituições museológicas, sendo 45 brasileiras e 40 britânicas, já estão engajadas na iniciativa, incluindo o British Museum, o V&A, a Tate e o Natural History Museum.  O seminário "Museus e seus públicos", que será realizado no dia 26 de junho (sexta-feira), é parte do Programa Transform de Museus, que realiza um intercâmbio de experiências para formação de novas competências na área museológica no Brasil e Reino Unido, além de gerar conhecimentos e informação sobre o trabalho de ambos os países, formar novas competências, possibilitar projetos de intercâmbio entre museus e entre universidades e debater políticas públicas relevantes. Acesse: www.britishcouncil.org.br/transform.

Sobre o Science Museum Group 

O Science Museum Group é composto por quatro museus dedicados à história da ciência, medicina, tecnologia, indústria e mídia. Com mais de cinco milhões de visitantes por ano, o Science Museum, Museum of Science and Industry, National Railway Museum e National Media Museum possuem, juntos, as maiores e mais importantes coleções de objetos relacionados a ciência do mundo. São mais de 220 mil objetos em exposição, incluindo o comando da Apollo 10, um dos primeiros computadores "universais". O grupo possui ainda parceiros em todos os continentes e leva suas exposições a vários países.  Para mais informações, visite o site http://www.sciencemuseumgroup.ac.uk. 

Sobre o Museu do Amanhã

Em construção no Píer Mauá, o Museu do Amanhã será um museu de ciências dedicado a explorar as possibilidades de construção do futuro por meio de experiências imersivas, ambientes audiovisuais e instalações interativas. Cinco perguntas norteiam a construção do percurso narrativo do museu: De onde viemos? Quem somos? Onde estamos? Para onde vamos? Como queremos conviver nos próximos 50 anos? O museu tem o objetivo de engajar o público em uma reflexão sobre a era do Antropoceno, quando o homem se tornou uma força planetária capaz de alterar o clima, degradar biomas e interferir em ecossistemas. Iniciativa da Prefeitura do Rio de Janeiro e da Fundação Roberto Marinho, o Museu do Amanhã tem o Banco Santander como Patrocinador Máster e a BG Brasil como mantenedora e conta com o apoio do Governo do Estado, por meio de sua Secretaria do Ambiente, e do Governo Federal, por meio da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e da Secretaria dos Portos. A gestão do Museu do Amanhã está sob responsabilidade do Instituto de Desenvolvimento e Gestão (IDG), em contrato pela Prefeitura do Rio de Janeiro. Para mais informações, visite o site www.museudoamanha.org.br.

Sobre a BG Brasil

Maior produtora privada de óleo e gás do país, a BG Brasil acredita na educação como ferramenta de transformação social. Por isso, sua estratégia de Investimento Social prioriza o apoio a organizações e programas com foco em Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática (da sigla STEM, em inglês). A empresa é idealizadora do Prêmio de Educação Científica, que reconhece iniciativas inovadoras de professores de escolas públicas no ensino de Ciências e Matemática. Também apoia projetos de capacitação de professores, tendo beneficiado centenas de docentes e milhares de estudantes no país, por meio de projetos como o STEM Brasil, Ciência e Tecnologia com Criatividade e Herdeiros do Pré-sal. A BG Brasil é mantenedora do Museu do Amanhã e patrocina o Museu de Arte do Rio, o Prêmio Jovem Cientista e a Orquestra Sinfônica Brasileira.