Repensando a Violência na América Latina

O objetivo do projeto Repensando a Violência na América Latina é contribuir para um entendimento mais estruturado da violência na região, promovendo práticas e políticas públicas mais eficazes para seu combate. Ao ampliar o alcance atual de trabalhos acadêmicos – publicados ou não, feitos no Reino Unido, México, Brasil, entre outros países – pretendemos explorar a eficácia de modelos alternativos.

Repensando a Violência na América Latina é parte da plataforma Building Movements (Construção de Movimentos) do British Council e desenvolvido em parceria com King’s College London e Goldsmiths College – University of London do Reino Unido; Centro de Estudos da Metrópole (CEM), Centros de Defesa da Criança e do Adolescente (CEDECAs) em Sapopemba e São Carlos, Centro de Direitos Humanos de Sapopemba (CDHS), Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (CEBRAP) e Coletivo Rebento do Brasil; Centro de Investigaciones y Estudios Superiores en Antropología Social (CIESAS) e El Colegio de Michoacán (Colmich) do México.

O que produz a violência?

O curso O que produz a violência? pretende qualificar a compreensão das causas da violência na América Latina a partir da troca de experiências entre pesquisadores e profissionais diretamente vinculados a esse debate, incluindo representantes do executivo, legislativo, sistemas de justiça e de proteção social, segurança pública e privada, movimentos sociais, jornalistas, sociedade civil, educadores, profissionais da saúde e assistência, entre outros. 

Os encontros quinzenais serão realizados na cidade de São Paulo entre 18 de agosto e 17 de novembro de 2017, nas tardes de sexta-feira e manhãs de sábado, com a presença de professores brasileiros, britânicos e mexicanos que abordarão essa temática sob a perspectiva da América Latina.

Veja a programação completa e mais informações sobre o curso na brochura disponível na área de downloads.

Links externos