Carrinho de pipoca em sessão Shakespeare Lives on Film no Oi Futuro Flamengo, no Rio de Janeiro (RJ).
Carrinho de pipoca em sessão da mostra Shakespeare Lives on Film no Oi Futuro Flamengo, no Rio de Janeiro (RJ) ©

Divulgação

Date
Quarta-feira, 26 de Outubro de 2016 até Terça-feira, 08 de Novembro de 2016
Time
14:04
Local
Recife, PE

O VIII Janela Internacional de Cinema do Recife conta com programação especial de adaptações da obra de Shakespeare para o cinema, incluindo versões de Macbeth, Rei Lear, Henrique V, Romeu e Julieta e Ricardo III.

A sessão de encerramento terá exibição especial da compilação Play On! (Silent Shakespeare), com acompanhamento ao vivo de trilha criada por Mateus Alves.

Especial Shakespeare – Programação

Romeu e Julieta
DIREÇÃO: FRANCO ZEFFIRELLI (UK/ ITA, 1968, 138', COR, DCP)

Sábado, 29 de outubro, às 11h00 – Cinema São Luiz

Com Leonard Whiting, Olivia Hussey, John McEnery. Franco Zeffirelli dirige esta adaptação ganhadora do Oscar da tragédia romântica de Shakespeare, rompendo com a tradição e escolhendo como protagonistas os jovens atores Leonard Whiting, 17 anos e Olivia Hussey, 15 anos. Narrado por Laurence Olivier e gravado na Toscana e em Siena em busca do autêntico toque renascentista italiano, essa coprodução Ítalo-Britânica ainda apresenta a famosa trilha-sonora, escrita por Nino Rota (que em seguida compôs para o clássico O Poderoso Chefão), que enfatiza o resultado fatal e romantizado desses dois jovens amantes.

Henrique V
DIREÇÃO: LAURENCE OLIVIER (UK,1944, 136', COR, DCP)

Sábado, 29 de outubro, às 21h10 – Cinema do Museu
Sábado, 5 de novembro, às 11h00 – Cinema São Luiz

Com Laurence Olivier, Robert Newton, Leslie Banks. A convocação definitiva à guerra, Henrique V de Laurence Olivier é uma obra-prima patriótica repleta de ostentação, batalhas, romance e embustes políticos. O filme mostra a tentativa inglesa de defender um crédito Real ancestral no solo da França. Inspirado no Rei Henrique V, a mão inglesa invasora que desafiou diversas vezes a soberania francesa, esse filme culmina na sangrenta e emblemática batalha de Agincourt.

Ricardo III
DIREÇÃO: RICHARD LONCRAINE (UK, 1995, 104', COR, DCP)

Quarta-feira, 2 de novembro, às 11h00 – Cinema São Luiz
Domingo, 6 de novembro, às 16h15 – Cinema do Museu

Com Ian McKellen, Annette Bening, Jim Broadbent. A história imortal de Shakespeare sobre ambição, luxúria e traições mortíferas é modernizada de forma brilhante nesta fascinante obra-prima do Século XX. Adaptada da produção teatral aclamada pela crítica, o filme mostra Ian McKellen como um corrupto usurpador Real. O cenário é uma visão em estilo HQ da Londres de 1930: parte arte decô, parte terceiro Reich, parte ferrugem e podridão da era industrial. Baseada na versão teatral de Richard Eyre.

Macbeth
DIREÇÃO: ROMAN POLANSKI (UK/EUA, 1971, 140', COR, DCP) - 12 anos

Quarta-feira, 2 de novembro, às 22h00 – Cinema São Luiz
Domingo, 6 de novembro, às 20h15 – Cinema do Museu

Com Jon Finch, Francesca Annis, Martin Shaw. Roman Polanski apresenta sua visão horripilante da clássica tragédia de Shakespeare sobre o desejo por poder e suas malditas consequências. Jon Finch é Macbeth, o herói de guerra escocês, cuja insana ambição desencadeia um ciclo de violência. Induzido pela profecia sobrenatural de três bruxas, Macbeth é incitado por sua Lady (Francesca Annis) a assassinar o Rei Duncan e assumir o seu trono. Filmado no austero Norte de Gales, Polanski usou a paisagem para acentuar os elementos visuais da peça de Shakespeare.

Rei Lear
DIREÇÃO: PETER BROOK (UK, 1970, 137', P&B, DCP) - 12 anos

Domingo, 6 de novembro, às 14h00 – Cinema São Luiz

Com Paul Scofield, Irene Worth, Cyril Cusack. Peter Brook dirige sua própria adaptação da clássica tragédia de Shakespeare. Rei Lear (Paul Scofield), decidido a dividir seu reino entre suas três filhas, resolve repartir as terras de acordo com cada filha que declarar seu amor por ele da melhor forma. Quando sua filha Cordélia se recusa a inflar o ego do pai com reinvindicações de devoção, Lear, tomado pela raiva, dá a parte principal de seu poder para suas outras filhas, Goneril e Regan. Elas logo abusam dessa confiança e Lear se encontra fragilizado e impotente. Sem demora ele está à deriva da loucura, enquanto seu antigo império cai aos pedaços.

Silent Shakespeare: Shakespeare Play On!
Direção: Vários (1899-1910, 70', P&B com Colourtint, DCP)

Domingo, 6 de novembro, às 20h45 – Cinema São Luiz

Esta sessão muito única traz uma compilação de curtas-metragens mudos, incluindo algumas das primeiras adaptações das peças de Shakespeare para o cinema, com trilha sonora ao vivo. Entre alguns destaques estão King John (1899), considerada a adaptação mais antiga no mundo, extratos de versões de Hamlet, Sonho de Uma Noite de Verão, O Mercador de Veneza, paródias do pioneiro da animação Anson Dyer e muitos outros. A sonorização tem concepção e execução do coletivo pernambucano RUMOR – Ciclo de Arte Sonora e Música Experimental. O RUMOR surge como uma instância de fomento às práticas sonoras experimentais em Pernambuco e ao diálogo criativo entre a música e outras linguagens artísticas, de modo a instigar reflexões sobre experimentalismo, mediações tecnológicas, modos de escuta e agenciamentos/interfaces culturais. Os músicos integrantes são Caio Lima, Henrique Vaz, Hugo Medeiros, Mateus Alves e Yuri Bruscky.

Mais informações em www.janeladecinema.com.br