Date
Quarta-feira, 18 de Março de 2020Domingo, 29 de Março de 2020
Location
Festival de Cinema On-line

O primeiro festival online de cinema LGBT está de volta pelo quinto ano consecutivo, com realização do British Council e do British Film Institute (BFI). 

De 18 de março a 29 de março de 2020, você e pessoas do mundo inteiro poderão assistir a uma seleção de curta-metragens gratuitamente, via internet. Os filmes são de países como Brasil, Irlanda, Reino Unido e Noruega.

O amor é um direito humano 

O #FiveFilms4freedom 2020 convida todos e todas a assistir um dos cinco curtas-metragens selecionados para o festival online e demonstrar seu apoio à campanha nas mídias sociais, usando a hashtag #FiveFilms4Freedom.

Junte-se a pessoas do mundo inteiro e mostre que o amor é um direito de todos!

Conheça mais sobre os filmes:

Os cinco curtas selecionados na edição de 2020 incluem dramas e documentários, lançando uma luz nas experiências de pessoas de diferentes partes do mundo, da Noruega à Irlanda, do Reino Unido ao Brasil. Todos eles compartilham a ideia de que "O amor é um direito humano" – o slogan oficial do festival – e que todos devem ser livres para encontrá-lo. Você poderá assistir aos cinco filmes online, de 18 a 29, nos links abaixo.

Estão disponíveis legendas em Português (Brasil), Árabe, Francês, Espanhol, Inglês e Russo. Para ativá-las, clique no botão de configurações do player do YouTube e escolha o idioma de sua preferência na opção "Subtitles/CC". Para desligar as legendas, clique no botão "CC" do player.

Filmes selecionados

134 (Irlanda)

Em “134”, o palco de uma competição de dança irlandesa se torna o cenário principal de uma história de amor e aceitação familiar. 

Direção: Sarah-Jane Drummey.

Depois Daquela Festa Depois Daquela Festa (Brasil)

Leo luta para conversar com seu pai, após descobrir que ele tem um segredo.

Direção: Caio Scot.

Pxssy Palace (Reino Unido)

A diretora Laura Kirwan-Ashman leva os espectadores para o mundo de Pxssy Palace, um coletivo londrino que atua como casa noturna para pessoas queer, transexuais, intersexo e de minorias raciais.

Direção: Laura Kirwan-Ashman 

Algo no Armário (Reino Unido)

Something in the Closet. Conta a história de Maddie, uma adolescente que tenta entender melhor seus sentimentos.

Direção: Nosa Eke.

Quando o Orgulho chega ao povoado (Noruega)

When Pride Came to Town. Bjørn-Tore deixou sua cidade natal para escapar da homofobia cotidiana que experimentou quando criança. Décadas depois, ele retorna para ao vilarejo para a primeira Parada Rural do Orgulho LGBT da Noruega. Este documentário acompanha os três dias anteriores à realização da parada.

Direção: Julia Dahr e Julie Lunde Lillesæter.