Fórum Shakespeare 2016
Date
Quinta-feira, 12 de Maio de 2016 até Domingo, 22 de Maio de 2016
Local
Belo Horizonte, MG

Depois de uma grande edição em 2014, o Fórum Shakespeare está de volta ao Centro Cultural Banco do Brasil para celebrar, explorar e repensar o legado do mais famoso dramaturgo do mundo, no ano em que são completados 400 anos de sua morte. 

Nos meses de abril e maio de 2016, três cidades brasileiras (São Paulo, Belo Horizonte e Rio de Janeiro) receberão grandes nomes de teatro e da academia britânicos, como o ator Greg Hicks, o diretor Vik Sivalingam e o escritor Jerry Brotton, com uma proposta inovadora e ousada: três peças de Shakespeare serão montadas, uma em cada cidade, com um elenco formado por atores brasileiros e dirigidas por renomados diretores da Royal Shakespeare Company e do National Theatre Wales. Os espetáculos serão apresentados ao público, com entrada franca. Além disso, seminários, palestras e workshops acontecem em paralelo às apresentações.

Programação em Belo Horizonte

No CCBB-BH, a diretora Catherine Paskell, do National Theatre Wales, dirige uma versão de O Mercador de Veneza, que estreia no dia 12 de maio. Apresentações sempre às 19 horas, de 12 a 21 de maio (exceto na terça-feira, 17, quando o CCBB estará fechado). Ingressos podem ser retirados gratuitamente com uma hora de antecedência na bilheteria do teatro. 

Além da montagem teatral, o evento também continua com a proposta de ser um amplo intercâmbio artístico e educativo internacional. A programação inclui a oficina O teatro de Shakespeare como um ato político, ministrada por Catherine, que acontece de 18 a 21 de maio.

Para encerrar a programação em Belo Horizonte, no domingo, dia 22 de maio, das 18 às 20 horas, acontece o debate Todo o mundo é um palco, realizado em parceria com o British Council. Com o tema Amor, sem qualitativos, o encontro reunirá a diretora Catherine Paskell, a Dra. Aimara da Cunha Resende, presidente do Centro de Estudos Shakespearianos (CESh), e Nelson de Sá, articulista da Folha de S.Paulo, em uma conversa sobre as reflexões perturbadoras e profundas de Shakespeare sobre o amor e o sexo. O evento faz parte do ciclo de debates do programa Shakespeare Lives.