Casal dança num teatro escuro, apresentando Miann, espetáculo da companhia de dança Scottish Dance Theatre
©

Scottish Dance Theatre, photographer Brian Hartley

Date
Sexta-feira, 02 de Setembro de 2016 - 20:00 até Sábado, 03 de Setembro de 2016 - 20:00
Local
Rio de Janeiro, RJ

“Miann” significa “o desejo ardente de conhecer Deus”, em gaélico. Como parte de nossa programação cultural durante os Jogos Rio 2016, o programa de artes British Council Transform traz ao Brasil esta premiada performance de dança da Scottish Dance Theatre, que aproxima o público dos artistas em uma apresentação sensual e ritualística. 

Aclamada pela crítica, a performance “Miann” aproxima o público dos artistas com uma apresentação sensual e ritualística, inspirada pela passagem do tempo. A coreografia é assinada por Fleur Darkin, Diretora Artística do grupo, que já trabalhou em grandes eventos como o festival Glastonbury e uma turnê global da peça Peter Pan. Ela criou uma rotina de dança que divide os bailarinos entre os que realizam movimentos solitários e um casal que explora sensações como a euforia, o luto e a paixão. Fleur trabalhou na criação do espetáculo ao lado do estilista Alexander Ruth, conhecido por seu trabalho em Londres e Paris e vencedor do prêmio Linbury, e da banda escocesa The One Ensemble, responsável pela trilha ao vivo do espetáculo, que traz elementos da música celta e do Leste Europeu.

“Miann” estreou em 2014, em sessões esgotadas durante o Edinburgh Festival Fringe. 

Apresentações nos dias 2 e 3 de setembro, às 20 horas, no Teatro Carlos Gomes, no Centro do Rio de Janeiro.

Ingressos: à venda na bilheteria do teatro 

Preço: Inteira – R$30,00 / Meia – R$15,00

Bilheteria: quarta a domingo, das 10h às 18h (após as 18h, atendimento para o público do dia)

Duração: 55 minutos

Classificação indicativa: 14 anos

Parceria com o Celebra – Programa de Cultura do Comitê Olímpico Rio 2016 e Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro.

Crítica 

The Herald 2015 ★★★★

“Assombrosamente imaginativo, apresentado ferozmente” 

“Cheio de intensidade mítica” -  Mary Brennan

The Guardian  ★★★ 

“Familiaridade única e evocativa” 

“Altamente tátil”

“Coreógrafo maravilhosamente preciso”

The Herald 2014 ★★★ 

“Emocionalmente forte e liricamente afetuoso”

“A música e suas texturas e vocais culminam e ativam rituais de perda, busca e conexão que se unem ao movimento”

Broadway Baby ★★★★★ 

“A característica mais marcante da performance é a unidade da atmosfera e o objetivo alcançado por um entrelaçamento contínuo de movimento e música”