O projeto Herbário Virtual-Reflora, iniciativa do CNPq  coordenada pelo Jardim Botânico do Rio de Janeiro, que chegou a 1 milhão de imagens de amostras botânicas disponibilizadas online,  estabeleceu convênio entre o CNPq, o British Council e o Royal Botanic Gardens de Kew, Reino Unido, para garantir a continuidade do projeto na instituição de pesquisas londrina.

A parceria do  CNPq e Newton fund  no Projeto Reflora tem como objetivo resgatar e disponibilizar para o Brasil e para o mundo imagens e informações de amostras da flora brasileira coletadas nos séculos XVIII, XIX e XX por missões estrangeiras, depositadas no Royal Botanic Gardens de Kew da Inglaterra.

O Newton Fund  deve investir £676.094 libras esterlinas no projeto,o que permitirá a digitalização de 80 mil exsicatas de Kew, além de prover apoio técnico e científico a mais de 20 pesquisadores brasileiros apoiados pelo CNPq em visitas de estudo àquela instituição em 2015. 

O Herbário Virtual-Reflora também disponibiliza amostras, chamadas tecnicamente de exsicatas, que estão no acervo do próprio herbário do Jardim Botânico do Rio de Janeiro e de outros 17 herbários nacionais, com o apoio do Sistema de Informação da Biodiversidade Brasileira – SiBBr e do Inventário Florestal Nacional – IFN. A constituição desse enorme acervo digital facilita e agiliza o trabalho de pesquisa, uma vez que os botânicos não precisam mais se deslocar de cidade ou de país sempre que precisarem estudar uma amostra.

Em convênio anterior, entre a Fapemig e a empresa Natura, mais de 110 mil imagens do herbário londrino já haviam sido repatriadas, fomentando 804 semanas de pesquisas em Kew com 86 pesquisadores brasileiros entre 2012 e 2014.

Herbários nacionais e internacionais que participam do projeto Herbário Virtual-Reflora: Herbário Alexandre Leal Costa (ALCB), Herbário da Universidade Federal de Sergipe (ASE), Herbário da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia (CEN), Herbário do Centro de Pesquisas do Cacau (CEPEC), Herbário Prisco Bezerra (EAC), Herbário da ESALQ (ESA), Herbário da Universidade Federal de Santa Catarina (FLOR), Herbário Dr. Roberto Miguel Klein (FURB), Herbário Barbosa Rodrigues (HBR), Herbário do Depto. de Ciências Florestais da Universidade de Santa Maria (HDCF), Herbarium Uberlandense (HUFU), Herbário do Museu Botânico Municipal (MBM), Museu Paraense Emílio Goeldi (MG), Herbário Rondoniense (RON), Herbário da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Herbário da Universidade Federal do Paraná (UPCB), Herbário Central da Universidade Federal do Espírito Santo (VIES), Royal Botanic Gardens de Kew, Muséum National d’Histoire Naturelle de Paris, Missouri Botanical Gardens, New York Botanical Garden, Naturhistorisches Museum Wien e Naturhistoriska Riksmuseet.