O Conselho Britânico (British Council), o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) lançam, em 9 de abril de 2018, a chamada 2018/2019 do programa Researcher Links com a utilização de recursos do Newton Fund no Brasil. 

O Newton Fund integra o sistema de assistência oficial para desenvolvimento do governo britânico e visa desenvolver parcerias em ciência, tecnologia e inovação para promover o desenvolvimento econômico e o bem-estar em países emergentes.

O que é o Researcher Links

O programa Researcher Links tem como objetivo apoiar a realização de workshops científicos que sirvam como plataformas para a colaboração entre cientistas brasileiros e britânicos. Estes workshops são coordenados por pesquisadores seniores de reconhecida competência nos seus campos de atividades. Os dois coordenadores (um pesquisador britânico e um brasileiro) poderão identificar quatro outros pesquisadores líderes, dois de cada país, para participar como mentores, e os demais participantes deverão ser pesquisadores em início de carreira de ambos os países (entre 12 a 17 de cada país). 

Os workshops deverão ser em inglês e com duração entre 3 a 5 dias.

Estados participantes desta chamada

  • Alagoas - FAPEAL
  • Amazonas - FAPEAM
  • Bahia - FAPESB
  • Distrito Federal - FAPDF
  • Espírito Santo - FAPES
  • Goiás - FAPEG
  • Maranhão - FAPEMA
  • Minas Gerais - FAPEMIG
  • Paraíba - FAPESQ
  • Paraná - Fundação Araucária
  • Pernambuco - FACEPE
  • São Paulo - FAPESP
  • Sergipe - FAPITEC

Critério transversal para propostas de workshops

A proposta deve trazer um benefício social para o Brasil, ou seja, demonstrar impacto direto ou indireto em populações vulneráveis ou de baixa renda. Todos os projetos financiados pelo Newton Fund seguem os critérios da OECD para investimento tipo ODA (sigla em inglês para Assistência Internacional para o Desenvolvimento).

Mais detalhes no site global do Newton Fund.

Temas elegíveis

Os workshops devem abordar um dos seguintes temas: 

  • Agricultura - especialmente voltada à pequena propriedade;
  • Clima e meio ambiente (mudança climática, tecnologia verde, desenvolvimento sustentável, serviços de ecossistema, escassez de recursos);
  • Energia renovável e energia limpa;
  • Educação;
  • Crescimento econômico inclusivo;
  • Saúde (doenças negligenciadas);
  • Água e saneamento;
  • Alimentação e nutrição (incluindo segurança alimentar);
  • Mudança demográfica/ migração/ urbanização (foco em urbanização e direitos humanos e transformação urbana);
  • Infraestrutura (infraestrutura para desenvolvimento – foco em comunidades remotas);
  • Desastres humanitários e emergências;
  • Governança, sociedade e conflito (transparência, accountability, instituições eficientes, direito a terra e recursos naturais com foco em populações indígenas, justiça criminal, diminuição da pobreza, desenvolvimento social, desigualdades estruturais, processos de pacificação [peace building processes], sociedade civil);
  • Coleta, análise de qualidade e acesso a dados relevantes aos índices de desenvolvimento (incluindo informações administrativas e estatísticas macroeconômicas).
  • Zika vírus

Requisitos para candidatura

Propostas devem ser submetidas conjuntamente por dois pesquisadores, um brasileiro dos estados participantes e um britânico. Os proponentes devem ser pesquisadores seniores, ou seja, que consigam demonstrar a relevância de seu trabalho em seu campo de conhecimento. Serão consideradas evidências de relevância: títulos, publicações, colaborações internacionais, orientação e/ou supervisão.

O proponente no Brasil deve estar filiado a uma universidade ou instituição/centros de pesquisa, públicos ou privados sem fins lucrativos, nos estados mencionados anteriormente.

Importante: Candidaturas de Pernambuco / FACEPE

As propostas de instituições em Pernambuco devem ser também submetidas à Facepe através do formulário de solicitação de auxílio a projeto de pesquisa (modalidade APQ), disponível no sistema AgilFAP.

  • Acessar o AgilFAP com seu login e senha – http://agil.facepe.br/
  • Escolher, na aba Formulários, o item “Bolsas e Auxílios”;
  • Indicar, na aba Auxílios, a modalidade “APQ – Projeto de Pesquisa”;
  • Selecionar, em Natureza da solicitação, a opção “Editais” e, em Editais vigentes, a opção “<nome do edital>”. 

Importante: Candidaturas de São Paulo / FAPESP

As propostas de instituições em São Paulo devem ser também submetidas à FAPESP. Instituições de São Paulo devem observar também as instruções disponíveis no site da Fapesp.

Financiamento disponível

O valor disponível para o financiamento de cada workshop é de até £ 50,000 (cinquenta mil libras esterlinas).

Como encontrar um parceiro britânico

A University UK International - UUKi, instituição parceira, auxilia as organizações brasileiras a encontrar instituições com interesses similares no Reino Unido para projetos do British Council financiados pelo Fundo Newton.

Para saber mais, escreva para newton@international.ac.uk, indicando o assunto “Researcher Links 2018/2019 – Brazil call" ou acesse aqui para mais informações.

Edital e formulário de inscrição

O edital (em inglês) e o formulário de inscrição para esta chamada estão disponíveis no site global do British Council (em inglês).

Para mais informações, veja o documento Guidelines for Applicants disponível no site global do British Council na área de downloads.

Prazo para entrega de propostas

A chamada permanecerá aberta até as 16 horas (4:00 pm) horário de Londres do dia 8 de junho de 2018.

Prazo para a realização dos workshops

Os workshops selecionados deverão ser realizados entre 1º de fevereiro de 2019 e 31 de janeiro de 2020.

Dúvidas

Para outras dúvidas, entre em contato pelo e-mail newton@britishcouncil.org.br

Links externos