Shakespeare Lives in the Classroom - logos British Council e GREAT Britain

Shakespeare Lives In The Classroom

O British Council Brasil, por meio do concurso cultural Shakespeare Lives in the Classroom, premiou seis professores participantes de nossos projetos com a oportunidade de comparecer à conferência IATEFL 2016, em Birmingham, no Reino Unido.

Anunciamos, agora, os ganhadores em cada uma das categorias:

SEDUC-SP (Keep Learning)

EfT1 – Denise Mingatti
EfT2 – Ana Maria Roveri

SEDU/ES

EfT1 – Rony Gleison Carvalho
EfT2 – Ewerton Fonseca

Recife Teacher Training (SME Recife)

EfT1 – Elislandia Feitoza
EfT2 – Severino Alexandre Batista de Moraes  

O prêmio

A IATEFL (International Association of Teachers of English as a Foreign Language) é uma das mais importantes comunidades de professores de língua inglesa do mundo, contando com mais de quatro mil membros. Sua missão é “conectar, desenvolver e dar suporte aos profissionais de ensino de inglês” de todos os países.

O premio inclui: taxa de inscrição no IATEFL; passagens aéreas; hospedagem; transfer no Reino Unido (aeroporto – hotel – aeroporto); refeições no hotel.

O concurso

O concurso contemplou os projetos: SEDU-ES, Recife Teacher Training e SEDUC-SP (Keep Learning). Foram premiados dois professores de cada projeto, sendo um de cada turma.

EfT 1 

Participantes elaboraram uma redação de 1.000 palavras, em inglês, sobre o seguinte tópico:

What is the importance of using literature in teaching English as a foreign language? Would you incorporate Shakespeare’s works in your lessons? Why or why not.

EfT 2 

Participantes elaboraram uma redação de 500 palavras e um plano de aula, ambos em inglês, seguindo os seguintes itens:

a. In your opinion, is it important for your students to learn about Shakespeare? Why or why not?

b. Using the model provided, write a lesson plan for a 50-minute lesson which focuses on any of Shakespeare’s works. The lesson plan must be for a level compatible with your public school students.

Requisitos, prazos e critérios de julgamento

No momento da inscrição no concurso cultural, ou seja, até 29/02/2016, todos os participantes deveriam estar devidamente registrados no curso English for Teaching em uma das seguintes secretarias: Secretaria Municipal de Educação de Recife, Secretaria Estadual de Educação de São Paulo ou Secretaria Estadual de Educação do Espírito Santo, e ter completado pelo menos 70% das atividades na plataforma online e 70% de presença nas sessões presenciais durante o curso.

Foram aceitas somente as propostas enviadas por e-mail, em formato PDF, até o prazo de 29 de fevereiro de 2016.

As redações foram julgadas pelos seguintes critérios: qualidade da resposta às perguntas propostas; inteligibilidade; vocabulário; organização; e fluxo de ideias. Os planos de aula, por sua vez, foram julgados por: concordância com as necessidades dos alunos; organização e ritmo da lição; e organização do plano de aula apresentado. 

Todos os trabalhos enviados deveriam ser de autoria do participante. Em caso de cópia parcial ou integral de qualquer outra fonte, o participante seria automaticamente desqualificado. Citações deveriam vir acompanhadas de créditos. 

Em caso de empate entre participantes, foi escolhido aquele com maior índice de presença e realização das atividades online do curso English for Teaching. 

Todas as propostas foram avaliadas por consultores externos. Os participantes que submeteram propostas reconhecem que a decisão da comissão julgadora é independente e irrevogável. A submissão de propostas implica na aceitação dessa regra por parte do participante, acarretando o compromisso de aceitá-la, não cabendo recurso ou pedido de revisão.

Se o ganhador não puder realizar a viagem por qualquer motivo, o prêmio irá automaticamente para o participante em segundo lugar.