prova ingles - jovem sentado escrevendo

O inglês está cada vez mais presente no dia a dia dos brasileiros. O idioma, usado como critério de avaliação curricular profissional e acadêmica, é considerado um diferencial para o mercado de trabalho. Além de ser um fator-chave para que pessoas de diferentes países se relacionem e, assim, contribuir para estreitar os empecilhos para quem busca uma experiência internacional. Por isso, estudar inglês e alcançar um domínio da língua tem sido o objetivo de cada vez mais pessoas.

Além do aprendizado na escola, muitos optam por fazer aulas em cursos de inglês ou buscar a fluência e certificações como IELTS.

Importância das provas de inglês

O inglês é cada vez mais presente em processos seletivos e provas importantes que realizamos ao longo da vida, como o ENEM, os vestibulares e até mesmo concursos públicos. Assim, dependendo da área de trabalho e dos interesses pessoais de cada um, além de conseguir se comunicar em inglês, é importante estudar e se preparar também possíveis provas e testes.

Muitas pessoas ficam em dúvida sobre como se preparar da forma correta para os exames. Além disso, outros sentem uma necessidade de entender melhor como cada teste de inglês funciona, para obter os resultados que são necessários para alcançar a aprovação em um novo emprego ou em um curso universitário.

Para ajudar, organizamos algumas dicas de como ir bem em um teste de inglês, seja na escola, no ENEM, em um exame de proficiência internacional para buscar a certificação. Acompanhe nossas sugestões e boa sorte na sua prova!

1. Provas de inglês da escola

O ensino de inglês e espanhol já fazem parte das grades curriculares brasileiras e são ensinados a alunos de diferentes faixas etárias. As provas de inglês da época da escola costumam seguir os conteúdos que são ensinados pelo professor, durante um período de tempo, como o bimestre ou semestre de aulas.

Para ter sucesso em sua prova de inglês da escola, é importante:

  • Fazer os exercícios recomendados pelo professor em sala de aula;
  • Tirar suas dúvidas assim que elas surgirem, não deixando que elas acumulem ou que você fique confuso com algum conceito importante de gramática, por exemplo;
  • Praticar os temas ensinados em sala de aula com atividades complementares, que podem ser encontradas em sites como LearnEnglish Kids e LearnEnglish Teens

2. Prova de inglês do ENEM

O Exame Nacional de Ensino Médio (ENEM) é uma das provas mais importantes pelas quais o estudante vai passar durante a sua trajetória escolar.  

Em dois dias de prova, os estudantes são instruídos a fazer uma redação e responder 180 questões objetivas, subdivididas em blocos de 45 que correspondem às seguintes categorias: 

  • Ciências Humanas 
  • Ciências da Natureza
  • Matemática 
  • Linguagens e Códigos 

A prova de Linguagens e Códigos inclui cinco questões que testam o conhecimento em uma língua estrangeira, por isso o participante pode optar por fazer o teste de inglês ou de espanhol. Para você que está se preparando para o ENEM e escolheu responder a prova de inglês, selecionamos algumas dicas que vão fazer toda a diferença no seu desempenho: 

- Conheça o modelo de avaliação

O ENEM é conhecido pelo padrão das suas questões, que são muito contextualizadas e muitas vezes exigem interpretação de texto e olhar crítico para questões rotineiras.

Durante seu estudo, procure por provas de edições anteriores, para saber como o exame é aplicado e entender o que os avaliadores buscam no candidato. Essa dica também é válida para provas de concursos públicos.

Também separe um tempo apenas para ler e interpretar textos, buscando formatos diferentes e linguagens diferentes.

Outra dica é tentar fazer este exercício sem o apoio de um dicionário antes, simulando o momento da prova de inglês do ENEM.

Durante o processo, você pode circular palavras ou expressões que não conhece e buscar no dicionário depois.

- Desenvolva o hábito de ler textos em inglês

O hábito da leitura em língua inglesa, além de enriquecer seu vocabulário, é um ótimo jeito de te ajudar a obter uma nota boa em uma prova de inglês.

Uma boa dica é se manter informado por meio de sites de notícias, como a BBC, ou mesmo ler a Voices Magazine, a revista do British Council.

Tente ler sobre assuntos que você conhece e gosta, como seus seriados ou filmes favoritos. Também leia sobre coisas desconhecidas, para ajudar a afiar seu vocabulário.

Ao encontrar palavras novas que você não conhece, tente entender o termo por meio do contexto, ao invés de procurar no dicionário logo de cara. Vale a pena ter um caderninho para anotar palavras novas, que podem ser úteis no futuro.

No ENEM, a questão do vocabulário pode ter um peso forte, já que existem muitas palavras que são parecidas com a ortografia da língua portuguesa, mas que possuem significados diferentes em inglês. São os chamados falso cognatos (false friends, em inglês). Como por exemplo:

  • To pretend – esse verbo parece com a palavra “pretender”, mas significa fingir.
  • To support – similar a “suportar”, mas a tradução é apoiar.
  • Parents – parece que se trata de uma tradução da palavra “parentes”, mas significa “pais”.
  • Apology – similar a “apologia”, mas tem como significado pedido de desculpas.
  • Push – quer dizer “empurre”, mas parece com “puxar”

Trabalhar na expansão de seu vocabulário é um ótimo jeito de garantir alguns pontos no ENEM.

- Busque as respostas na prova

Além das perguntas de interpretação textual, que demandam ao participante interpretar e entender o que está sendo dito no texto, existem outros tipos de questões na prova de inglês do ENEM: aquelas nas quais a resposta está inserida em algum trecho dado no enunciado da questão.

Respondê-las durante a prova de inglês demanda menos tempo do que as outras, porque basta reler o texto e encontrar a resposta de sua pergunta, mantendo o foco no que está sendo pedido no enunciado.

3. Prova de proficiência em inglês

Diferentemente do ENEM e das provas de inglês escolares, que são feitas por um público mais jovem, as provas de proficiência em língua inglesa possuem um público mais amplo, com pessoas de todas as faixas etárias. Isso porque as provas de proficiência em língua inglesa buscam certificar o nível de fluência das pessoas, para fins de uma experiência internacional, que pode envolver desde estudos em uma universidade estrangeira até oportunidades de trabalho ou mesmo de emigração.

As provas de inglês que têm como intuito certificar o participante sobre o seu nível de proficiência em inglês são muito procuradas por estudantes e profissionais que buscam uma experiência internacional, seja ela provisória ou com foco em migração. Geralmente, esse tipo de teste de inglês busca avaliar o aluno de forma completa, assim, ele avalia não só a compreensão textual ou a aplicação correta de regras gramaticais, mas também suas habilidades de conversação ou de compreensão auditiva, por exemplo. Assim, as etapas de um teste de proficiência em inglês costumam envolver, por exemplo: Listening, Reading, Speaking e Writing.

Por serem uma avaliação que busca refletir os conhecimentos idiomáticos de um aluno, as provas de proficiência em inglês não possuem indicadores de aprovação ou reprovação, como em um exame normal. No resultado de uma prova de inglês, o aluno recebe a indicação de seu nível no idioma, que costuma seguir o Quadro Comum Europeu de Referência para Línguas, uma escala internacionalmente reconhecida que é usada para descrever a proficiência em um idioma, não só para a língua inglesa, mas para outros idiomas.

Para o inglês, os testes de proficiência mais comuns são o IELTS e TOEFL:

IELTS

Sigla de International English Language Testing System, o IELTS é o teste de proficiência em inglês mais aceito no mundo. Ele é reconhecido por mais de 11 mil organizações em 140 países do mundo.

Essas organizações são universidades, empresas e departamentos de imigração localizados em lugares como Estados Unidos, Canadá, Austrália, Nova Zelândia, Reino Unido e muito mais.

O IELTS é oferecido em diferentes modalidades, que são recomendadas de acordo com o objetivo do candidato.

O IELTS Academic, é usado por pessoas que desejam estudar no exterior, em universidades como aquelas que fazem parte da Ivy League dos Estados Unidos. Já o IELTS General Training é mais usado por quem quer emigrar.

Antes de agendar a sua prova, é recomendado que você cheque com a instituição de seu interesse, qual modalidade do IELTS você deve fazer.

O IELTS é oferecido no computador, com a parte escrita da prova (Writing, Reading e Listening) sendo feitos em um computador localizado em um centro de testes autorizado pelo British Council. Também é possível fazer a prova do IELTS no papel, caso você prefira esse estilo mais tradicional.

A principal diferença entre o IELTS e o TOEFL, exame de proficiência em inglês sobre o qual você lerá mais abaixo, é que no IELTS você faz o Speaking diretamente com um Examinador do IELTS, que pode estar presente face-to-face ou por meio de videoconferência.

Já no TOEFL, você deverá gravar áudios falando inglês, durante a realização de sua prova, sem a possibilidade de mediação ou de interação com um humano real.

TOEFL

O TOEFL, Test of English as Foreign Language, é um teste de proficiência em inglês on-line, feito por meio de um computador que é registrado em um centro aplicador desse teste de proficiência.

O desempenho do aluno é avaliado em uma nota que pode variar entre 0 a 120, sendo que há faixas de pontuação delimitadas de acordo com o Quadro Comum Europeu de Línguas.

As pontuações das seções reading e listening são calculadas por computador. Já as seções speaking e writing, são examinadas por meio de uma combinação de pontuação automatizada por uma IA (Inteligência Artificial) e múltiplos avaliadores humanos, especialmente treinados para isso.

Também existem diferentes modalidades do TOEFL e a prova é mais usada por aqueles que desejam estudar no exterior.

Como se preparar para a prova de proficiência

Gramática é importante

Muitos alunos, ao se preparar para uma prova de inglês, se concentram em aspectos de interpretação de texto ou de compreensão auditiva, esquecendo da parte mais teórica do idioma, a gramática.

O domínio das normas gramaticais e aplicação correta dessa regras para a estruturação de frases e do texto completo é fundamental para um bom desempenho nessas provas de inglês.

Saber conjugar verbos no tempo correto e utilizar corretamente pronomes, verbos irregulares, entre outros aspectos, demonstram que você não apenas consegue se comunicar em inglês, mas que faz isso de forma correta, de acordo com a norma culta.

Alguns testes de proficiência em inglês, como o TOEFL e o IELTS, também têm como objetivo certificar o nível de fluência das pessoas, para objetivos acadêmicos e profissionais, por isso, conhecer a base gramatical da língua é importante não só para o momento da prova, como para as etapas futuras da vida do estudante ou candidato.

Prepare-se para o Speaking

O Speaking é uma das etapas mais desafiadoras das avaliações de língua inglesa.

Além de praticar o máximo possível as habilidades de conversação em inglês, para ir bem no Speaking, a dica principal é fazer simulados e entender como a prova que você vai fazer costuma realizar essa avaliação.

Assim, você se prepara de um modo mais personalizado e tem maiores chances de obter bons resultados.

Estude cronometrando o tempo

Assim como no ENEM, o tempo é um fator decisivo nas provas de proficiência de inglês.

Sendo assim, inclua um cronômetro no seu momento de estudos, simulando o curto espaço de tempo que terá para responder diversas questões. Alguns simulados do IELTS, como os que são disponibilizados pelo British Council, já possuem um cronometro embutido na prova, assim você consegue entender melhor como sua performance funciona.

Planeje a estrutura da redação antes de escrevê-la

Assim como a produção de textos em português, a escrita de uma redação em inglês demanda que você organize ideias e atinja um objetivo claro com suas palavras e organização de ideias.

No IELTS Academic, por exemplo, uma redação é analítica e tem como base a descrição de alguma ferramenta de dados visuais (gráfico, tabela ou diagrama, por exemplo) e a outra requer que o candidato elabore um argumento com base em textos que lhe foram previamente dados.

Para realizar duas propostas tão diferentes, é importante considerar que a escrita de um texto deve seguir um fluxo de começo, meio e fim, que serão posicionados na redação como introdução, desenvolvimento e conclusão.

Em vez de apenas começar a escrever o texto, planejar e resumir como as informações estarão dispostas nesses três blocos dá mais coesão para o seu texto.

Para a introdução, é possível apresentar um panorama geral do tema que está sendo tratado, deixando claro o que será desenvolvido nos próximos parágrafos.

O desenvolvimento centralizará os pontos citados na introdução, apresentando uma fundamentação das informações e, no caso da segunda redação, esclarecendo qual é o seu argumento.

Já a conclusão encerra o texto, reunindo o que foi desenvolvido de forma sintética e apresentando um posicionamento final.

Definindo resumidamente o que você vai escrever em cada uma dessas partes do texto e como elas se conectam, você desenvolve a estrutura do seu texto e precisa então apenas colocá-la em prática.

4. Prova de inglês do concurso público?

Concursos públicos são populares pela oportunidade de estabilidade e segurança profissional que oferecem aos brasileiros. Alguns concursos públicos, como o Concurso de Admissão à Carreira Diplomática (CACD), cobram do candidato um nível bastante elevado de conhecimentos em língua inglesa, inclusive com etapas de redação em inglês, além de traduções e versões português-inglês. Outros concursos são mais simples e possuem questões de múltipla escolha ou de certo/errado em inglês.

O primeiro passo para ir bem em uma prova de inglês de concurso público é conhecer bem o edital e a estrutura da prova. Antes de iniciar seus estudos, por exemplo, uma boa dica é a de fazer a prova anterior desse mesmo concurso, para entender como é o teste de inglês dessa avaliação.

O British Council ao seu lado no estudo do inglês

Seja para fazer uma prova de inglês para concurso público ou um teste de proficiência em inglês, o British Council está ao seu lado, com uma série de recursos preparatórios gratuitos para o IELTS ou cursos on-line de inglês.

► Recursos preparatórios gratuitos IELTS

► Simulados de inglês

► IELTS Brasil - Datas, preços e reservas 

Conte conosco e bons estudos!