Como a busca por cursos de pós-graduação nos EUA

Você passou o ano de 2019 inteirinho planejando a sua pós graduação nos EUA? Atualizou documentos, juntou uma graninha e se organizou no trabalho para poder fazer as malas e ir direto para a “terra do Tio Sam” em 2020 ou 2021?

Ou você faz parte do time que estava de olho em um mestrado ou doutorado nos Estados Unidos e começou a reunir as ideias para tomar coragem e se aventurar bem longe das terras brasileiras em busca de uma especialização em uma das tantas universidades famosas espalhadas por lá? 

Qualquer que seja o seu caso, o resultado foi apenas um: dar uma pausa, adiar os planos e esperar.

Mais informações sobre locais de prova, valores e cursos de preparação

IELTS Brazil

De fato, o ano de 2020 foi uma verdadeira frustração para aqueles que, como você, tiveram que desfazer as malas e simplesmente aguardar a pandemia de Covid-19 permitir o prosseguimento da jornada. 

Com cada país decidindo de forma independente como lidar com a crise sanitária, as tantas reviravoltas durante esse período, as portas das universidades fechadas por tempo indeterminado e as fronteiras bloqueadas, foi preciso reorganizar as ideias (e o bolso), tirar o pé do acelerador e repensar novas estratégias.

A realidade é que a busca por cursos de pós graduação nos EUA mudou com a pandemia. Questões antes pensadas e tratadas de certa maneira precisaram receber atenção especial. A instabilidade econômica mundial, a saúde e as novas diretrizes adotadas por países e suas escolas foram algumas delas.

Mas como lidar com essa nova realidade?

Há várias respostas possíveis para essa pergunta, mas há um cerne que se destaca e precisa ser apontado: flexibilidade.

Acompanhe o artigo de hoje e saiba como a busca por cursos de pós-graduação nos EUA mudou com a pandemia, o que fazer e como se planejar para retomar os planos.

Boa leitura!

Como buscar por uma pós-graduação nos EUA?

Se você buscou por cursos de pós-graduação nos EUA pelo menos uma vez e leu a respeito, já deve saber que o planejamento é o fio condutor de todo o processo. No entanto, sabemos o quanto a pandemia de Covid-19 obrigou o mundo a se reorganizar, se reinventar e fazer aquilo que não estávamos mais acostumados a fazer: esperar.

No aguardo de uma vida ativa possível como antes, que tal enterrar a ideia de desistir da tão sonhada pós-graduação nos Estados Unidos e seguir no foco? Só que de um jeito diferente.

1. Aproveite para se aprofundar no tema

Aproveite a pausa forçada pela pandemia para se aprofundar ainda mais nas opções que você tem de pós-graduação nos EUA. Busque informações sobre os programas, cursos e corpo docente de cada universidade. 

Pesquise sobe moradia, ouça aqueles que já fizeram pós-graduação no exterior. Use o tempo livre para se munir de tudo que for necessário. Não se esqueça de anotar tudo e registrar aquilo que for mais importante.

2. Seja mais flexível em seu planejamento

Se há uma coisa que o ano de 2020 nos mostrou é que, mesmo com planos perfeitos e friamente calculados, tudo pode mudar.  

Não adianta endurecer o foco e ir adiante. Ser flexível hoje é uma maneira de manter as coisas nos trilhos e evitar grandes frustrações, afinal, tudo pode mudar o tempo todo.

3. Amplie o leque de opções quanto à instituição de ensino nos Estados Unidos

Às vezes, crescemos com o sonho de estudar em determinada universidade americana (provavelmente, uma das gigantes da Ivy League) e nos esquecemos da ampla gama de instituições que também podem nos ajudar a alcançar a tão ansiada pós-graduação.

Existem mais de mil universidades americanas que oferecem cursos de mestrado e doutorado. Por isso, seja flexível em sua escolha. Afinal, você busca prestígio e reconhecimento, não é mesmo?

4. Defina as suas prioridades de maneira assertiva

Seus planos de fazer uma pós-graduação nos EUA mudaram depois da pandemia? Olhar a adversidade como uma oportunidade de replanejamento pode ser uma saída para sanar o problema e redefinir ainda melhor aquilo que você deseja fazer, onde e em que tempo.

Se antes o natural era buscar por programas acadêmicos de acordo com suas necessidades ou ir apenas com foco em uma instituição que seja a melhor naquilo que você se propõe a fazer, que tal reavaliar essa estratégia por meio de um questionário?

Propomos o seguinte: que tal, antes de qualquer coisa, elencar as suas prioridades de forma realista e baseada nos seus anseios mais latentes?

Medidas como essas podem ajudar a ter mais assertividade no momento das tomadas de decisão e a resolver as questões a partir de um cronograma de prioridades, considerando as suas possibilidades diante desse novo cenário que nos cerca.

Veja abaixo algumas perguntas a serem incorporadas em seu planejamento:

1. Por que quero fazer uma pós-graduação nos EUA?
2. Tenho o que preciso para entrar no país legalmente (inclusive vacinação em dia e novas exigências sanitárias para estrangeiros)?
3. Quais são meus objetivos de curto, médio e longo prazo nesse setor da minha vida?
4. Como vou custear minha pós-graduação nos Estados Unidos?
5. Qual é a minha nota do IELTS? 
6. A minha nota no IELTS é suficiente para ingressar na pós-graduação que desejo?
7. Quais as instituições pretendidas para cursar minha pós-graduação no exterior?
8. Pretendo morar no próprio campus ou fora dele?
9. Quais bairros ou regiões mais me agradam quanto à moradia?
10. Quanto tempo levarei para concluir o curso, em média?
Após responder a essas questões, será possível ter um norte a seguir e apontar sua bússola para o lugar certo. 
Profissionais brasileiros conseguem fazer pós-graduação nos Estados Unidos
©

Image by Freepik

A pandemia afetou seu planejamento financeiro para estudar nos Estados Unidos?

Sabemos que a pandemia trouxe consigo grande instabilidade na economia. Muita gente perdeu seus empregos ou sofreu reajustes nos salários com a chegada das jornadas reduzidas.

Para quem foi mantido em seus serviços, a pandemia serviu para “fazer um pé de meia” e se preparar para surpresas desagradáveis.

Se a escolha é manter os planos e seguir viagem assim que possível para iniciar sua tão aguardada pós-graduação no exterior, vale fazer novos cálculos considerando o cenário pandêmico e as variações cambiais que não param de oscilar. Veja se as suas economias são suficientes para esse investimento ou se é hora de refazer os planos considerando outra universidade, uma bolsa de estudos ou mesmo, quem sabe, outro destino.

Ainda que você não abra mão de fazer uma pós-graduação nos EUA, considere também outras instituições que não aquelas da Ivy League. Há centenas de ótimas universidades nos EUA que poderão ajudar você a realizar essa conquista nesse momento.

Muita gente acaba desistindo no meio do caminho por achar que a jornada é muito complicada. No entanto, fazer uma pós-graduação nos Estados Unidos é possível. O mais importante, depois da certeza daquilo que deseja, é ter organização e, sem dúvida, um bom nível de inglês.

Veja onde você pode fazer a prova do IELTS Academic com o British Council

Por que certificar seu nível de inglês ajuda você a obter uma pós-graduação nos EUA?

Ter fluência na língua inglesa oferece mais confiança para você seguir adiante, além de ser fundamental para ter sucesso em todo o processo: da inscrição no curso até a conquista do diploma de mestrado ou doutorado.

Para isso, o British Council é a melhor opção para aqueles que, como você, precisam de segurança e suporte ao fazer a prova do IELTS.

Passam pelos nossos centros de aplicação no mundo todo mais de 3 milhões de pessoas todos os anos para a realização do exame de proficiência do IELTS. São estudantes e profissionais que têm a intenção de enriquecer seus currículos, aplicar seus conhecimentos e buscar novas chances de trabalho no Brasil e no mundo.

Quem escolhe fazer o exame de proficiência do IELTS com o British Council conta com benefícios como:
  • O British Council é cocriador do IELTS. Isso garante qualidade, segurança e conhecimento sobre o conteúdo geral do exame. Ou seja: sua prova será tranquila e sem estresse.
  • Colaboradores extremamente capacitados, experts na aplicação do exame e no cumprimento das diretrizes globais do British Council e do IELTS. 
  • Banca examinadora experiente e justa, que conta com os melhores examinadores. Extremamente capacitados e selecionados através de rígidos padrões. 
  • Locais para realização das provas cuidadosamente escolhidos, com instalações modernas para que você tenha tranquilidade e conforto na hora do exame.
  • Acesso a materiais gratuitos e exclusivos para que possa se preparar adequadamente para a prova. 
  • Acesso ao Road to IELTS, uma plataforma exclusiva que permite preparação on-line de qualidade. Você estuda o que é realmente relevante e de maneira acessível.

Disponibilizamos um jeito especial para aqueles que preferem realizar a prova do IELTS no computador:

  • A prova é feita presencialmente em um centro autorizado, com equipamentos adequados para a realização do seu teste de inglês IELTS. Ou seja, você não precisa se preocupar com requerimentos de sistema, qualidade da conexão da Internet ou qualquer outra questão de infraestrutura, focando apenas na sua prova.
  • Não mudamos nem o conteúdo nem a estrutura do IELTS, mas as respostas das seções de Reading, Writing e Listening são realizadas por meio de um computador disposto na sala onde você realiza a prova.
  • A prova oral (Speaking) é realizada com um examinador experiente, presencialmente ou por vídeo chamada ao vivo, no próprio local do exame.
  • Mais datas disponíveis para sua realização e resultados liberados em até sete dias após a data do exame.
  • Escolha alguma das capitais para realizar a prova do IELTS pelo computador. São elas: Porto Alegre, Manaus, Brasília, São Paulo, Belo Horizonte, Curitiba, Rio de Janeiro e Fortaleza (consulte disponibilidade).
  • O IELTS no British Council não sofre com a alta do dólar nem tem cobrança de IOF porque você paga em real.

Venha fazer o IELTS conosco!

Inscreva-se no IELTS: preços, datas e locais de prova

Voltar para o topo