Certificação em Inglês IELTS - foto criada por gpointstudio / Freepik
©

Foto criada por gpointstudio - br.freepik.com

Se você já pensou em ter uma certificação internacional para comprovar o seu nível de fluência em inglês, deve ter se deparado com uma ampla gama de opções. Saber que existem diversos tipos de avaliações no mercado para mensurar o seu conhecimento no idioma pode ser um pouco assustador e trazer muitos questionamentos. 

Afinal, qual é a mais aceita? Qual é a mais indicada para o meu nível de inglês atual? Qual é a melhor para alcançar os meus objetivos? 

É exatamente este o motivo que nos leva a escrever este artigo. Continue lendo para entender as diferenças entre as principais certificações internacionais de inglês e poder escolher qual prova fazer, de acordo com os seus planos.

Conheça as principais certificações internacionais 

Antes de qualquer coisa você precisa definir os seus objetivos ao buscar uma certificação de inglês. Dentre os mais comuns, podemos citar: trabalhar, estudar ou fazer parte de uma instituição que requer comprovação dos seus conhecimentos no idioma, seja no Brasil ou no exterior.

Esse passo é muito importante porque diferentes países e objetivos demandam um tipo certo de certificado para demonstrar sua proficiência na língua inglesa. Então, é fundamental ter clareza nesse ponto antes de decidir qual prova fazer.

Abaixo seguem algumas das certificações internacionais mais bem aceitas no mundo. Confira qual se encaixa melhor em seu perfil.

IELTS 

O IELTS, International English Language Testing System, é um dos exames de proficiência mais abrangentes do mercado: pode ser requisito acadêmico, corporativo e ainda é aceito para fins de imigração. 

Este teste é reconhecido por mais de 10 mil instituições de ensino do mundo inteiro - nos Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Austrália, Nova Zelândia e muitos outros países. 

Conta com etapas de redação (Writing), interpretação de texto (Reading), compreensão auditiva (Listening) e expressão oral (Speaking). Um diferencial do IELTS é justamente o fato de sua prova de Speaking ser realizada com um examinador, em uma entrevista de até 15 minutos que simula uma conversa da vida real.

Esta certificação internacional é responsável por abrir portas e possibilitar sua mudança para outro país. Com o IELTS você pode ainda estudar em uma universidade estrangeira e alcançar o emprego que sempre sonhou, bem como usá-lo para validar as suas habilidades em língua inglesa. 

Mitos e verdades sobre o IELTS

Existem várias versões do IELTS, tanto para fins acadêmicos como profissionais (falaremos delas mais abaixo). Você deve escolher qual prova fazer de acordo com seus objetivos.

TOEFL 

O Test of English as a Foreign Language, comumente conhecido como TOEFL, é aceito por universidades dos Estados Unidos e grande parte da Europa.

Esta certificação internacional avalia o domínio de inglês dentro de um nível acadêmico, avaliando as quatro habilidades no idioma: redação, interpretação de texto, compreensão auditiva e expressão oral.

Toda a prova é feita no computador, inclusive a parte de Speaking, que é avaliada a partir de uma gravação.

TOEIC 

O Test of English for International Communication, TOEIC, é mais voltado para a área corporativa e avalia o uso do inglês em situações de trabalho tais como reuniões, viagens e chamadas telefônicas. 

Neste teste, são avaliadas as competências auditivas e de leitura em inglês necessárias para o ingresso no mercado de trabalho internacional.

CAMBRIDGE: First Certificate in English (FCE), Certificate in Advanced English (CAE) e Certificate of Proficiency in English (CPE)

Os testes Cambridge são certificados de proficiência em inglês reconhecidos internacionalmente. Há duas categorias para o teste: a primeira, de provas multiníveis, e a segunda, de níveis pré-estabelecidos.

Estes certificados podem ser um dos solicitados para ingresso em universidades estrangeiras, assim como o IELTS.

A validade do exame em si é permanente, porém é importante saber que as instituições geralmente esperam que o teste tenha sido feito em um período de no máximo dois anos. Ou seja, se seu teste tiver sido realizado há mais tempo, você pode ter de refazê-lo. Isso acontece porque os conhecimentos linguísticos mudam ao longo do tempo. 

Os níveis de certificado são os seguintes: básico (KET), intermediário (PET), intermediário superior (FCE), avançado (CAE) e proficiência (CPE). 

ECPE Michigan

O ECPE, Examination for the Certificate of Proficiency in English, testa habilidades e conteúdos específicos de universidades e empresas, sendo recomendado para quem tem nível avançado de conhecimento em inglês. 

Os candidatos que atingem nota média de aprovação recebem um  certificado comum. Já os com nota alta recebem o Certificate of Proficiency With Honors.

BEC - Cambridge Business English Certificate

O Cambridge Business English Certificate (BEC) é oferecido pela Universidade de Cambridge com o intuito de testar o inglês incorporado ao mundo corporativo, sendo mais recomendado para estudantes da área de negócios.

Os níveis atingidos podem ser: Business Preliminary (classificação B1 no CEFR), Business Vantage (classificação B2) e Business Higher (classificação C1). 

GMAT - Graduate Management Admission Test

O Graduate Management Admission Test é uma prova de admissão exigida por grande parte das escolas de negócios nos Estados Unidos e na Europa. 

Esta certificação internacional mensura habilidades matemáticas, de análise de dados, verbais e de leitura e escrita analítica, além do domínio do inglês. Indicado para candidatos a MBA e a cursos de pós-graduação, o GMAT busca avaliar a capacidade de raciocínio integrado, isto é, a habilidade de tomar decisões sob pressão de tempo. 

Apesar de fazer parte do processo seletivo de algumas instituições de ensino, o GMAT não exclui a necessidade de um teste de proficiência em língua inglesa para estudantes estrangeiros.

Outros certificados que você precisa conhecer

Embora os testes acima sejam os mais conhecidos e aceitos internacionalmente, vale a pena conhecer todas as possibilidades disponíveis para saber qual se encaixa melhor aos seus objetivos. Afinal, muitas vezes quem define qual certificação internacional deve ser apresentada é a própria instituição de ensino onde você quer estudar, a empresa em que vai trabalhar ou país onde deseja morar. 

Por isso, listamos mais algumas certificações de inglês para ampliar o seu conhecimento sobre o tema. Conheça-as a seguir:

Aptis

Desenvolvido por especialistas do British Council em provas de proficiência em língua inglesa, o Aptis é um teste de inglês voltado para organizações e é sustentado pelas pesquisas mais recentes no ramo de estudos de language assessment.

O Aptis fornece resultados confiáveis para permitir uma melhor tomada de decisão sobre o treinamentos de idiomas in company, benchmarking ou processos seletivos. Pode ser aplicado de forma modular, avaliando apenas uma ou todas as quatro habilidades de comunicação em inglês: redação, leitura, compreensão auditiva e expressão oral.

O exame tem a confiança de governos e organizações em mais de 85 países para validar e elevar os padrões do inglês.

Conheça mais sobre o Aptis.

Password

Ao invés de disponibilizar os testes diretamente aos candidatos, a Password tem parceria com universidades, escolas e empregadores. A empresa auxilia os parceiros a certificar seus alunos e funcionários com testes on-line.

São dois testes para os alunos de inglês: o de habilidades e o de conhecimento e escrita. 

O primeiro consiste em quatro módulos: leitura, escrita, audição e fala, e leva cerca de 3 horas.

Já o de conhecimento e escrita é constituído por dois módulos que avaliam gramática, vocabulário, leitura e redação. O teste que envolve as três primeiras habilidades dura uma hora. Já o de redação você pode escolher entre dois títulos e tem 30 minutos para escrever pelo menos 200 palavras.

Teaching Knowledge Test (TKT)

Gerenciado pelo Cambridge Assessment English, o TKT é um teste que foi desenvolvido para comprovar a capacidade de ensinar inglês. 

Na preparação para o exame, você aprenderá inglês para diversas metodologias de ensino. Também saberá como usar os recursos do ensino do idioma de maneira eficaz e compreenderá os principais aspectos do planejamento de aulas, assim como do gerenciamento da sala de aula para diferentes necessidades. 

São cinco módulos que compõem o teste e você pode fazer quantos quiser. Cada módulo que você concluir dá direito a um certificado. Após finalizar o TKT, você também pode fazer outras qualificações de ensino de inglês, como ICELT e Delta.

Test of Legal English Skills (TOLES)

Voltado para o uso do inglês no mundo jurídico, o Test of Legal English Skills (TOLES) é composto por três níveis, começando pela base, passando para o superior e, por fim, o avançado. 

Os níveis são estágios progressivos para alcançar o padrão de inglês jurídico que os empregadores exigem. Entre eles: escritórios de advocacia comerciais internacionais, equipes jurídicas internas em empresas privadas e tradutores de alto nível.

Trinity College London (TCL)

Uma banca internacional de exames, o TCL é reconhecida por oferecer certificações específicas para a área de artes. Música, teatro e dança está estão entre as escolhas mais comuns. 

Além disso, a instituição também oferece certificações em língua inglesa para diferentes níveis, do iniciante ao avançado, com foco maior no desenvolvimento de habilidades de linguagem comunicativas e interativas.

Como saber qual é a melhor certificação internacional para os seus objetivos?

Agora que você já conhece a amplitude de certificações de inglês disponíveis no mercado, basta compará-las e decidir as que mais têm a ver com o seu perfil. 

Se você estiver se candidatando para um programa ou curso específico, é fundamental consultar os requisitos diretamente com a instituição para checar quais exames são aceitos como parte da documentação exigida no processo de admissão.

Sabendo quais as opções disponíveis para o seu caso específico, o próximo passo é começar a sua preparação para as provas. Vale fazer checklists, estudar os conteúdos de avaliações anteriores e pesquisar sobre a experiência de outros estudantes. Essa etapa também pode ajudar a decidir entre duas ou mais opções, para que você faça a prova que mais encaixa no seu estilo.

Muitos estudantes, por exemplo, escolhem o IELTS justamente por ser um exame de ampla aceitação em que a prova de Speaking é feita por meio de uma entrevista individual com um examinador, sem a presença de outros candidatos na sala, enquanto que a maioria dos testes avaliam essa habilidade por meio de uma gravação.

Só não vale ir despreparado e passar por situações desagradáveis por causa disso. Já pensou arrumar todas as malas, preparar tudo para sua chegada em um novo país e na hora da certificação internacional escolher a errada? Seria muito chata esta situação, não é mesmo? Exatamente por esse motivo você precisa estar atento a todas as especificações citadas no tópico anterior para escolher o melhor teste. 

Estar preparado para tudo, desde a sua certificação internacional de inglês, é o caminho ideal para você ter toda confiança de que precisa.

O que é necessário para decidir mudar de país de vez?

Tomar a decisão de deixar tudo o que você já conhece para conquistar o mundo envolve muito mais do que arrumar as malas e partir com o seu certificado de inglês em mãos. É importante estar bastante seguro da sua escolha. Afinal, uma grande mudança pode requerer mais responsabilidades que você imagina.

Confiança é a palavra-chave para guiá-lo no caminho certo em busca dos seus objetivos. Assegurar o sucesso de suas metas está diretamente ligado à importância que você dá a elas desde sempre. E, sem dúvidas, garantir que você tem tudo o que precisa para dar esse passo traz mais tranquilidade. Portanto, conhecer bem suas alternativas antes de definir o melhor percurso até elas é fundamental.

Comece, por exemplo, pesquisando sobre tudo o que puder em relação ao país para o qual está planejando se mudar, mesmo que você já tenha visitado esse local a turismo anteriormente. A realidade do dia a dia em uma nova cultura pode ser bem diferente do que se imagina, então certifique-se de que não está com uma visão romantizada sobre o lugar onde quer morar. 

Informar-se sobre detalhes como aspectos culturais, clima, datas festivas, o mercado de trabalho e até como as pessoas costumam se vestir ou se comportar pode evitar surpresas desagradáveis. Saber como é o cotidiano de outros brasileiros que também vivem por lá também pode ajudar na sua preparação - muitos compartilham suas experiências na Internet, portanto, não tenha preguiça de pesquisar.

Sites do governo de cada país ou das cidades costumam ter boas informações técnicas, por exemplo. Se você já fala o idioma do lugar para onde vai se mudar, buscar jornalistas ou blogueiros como referência em viagem ou no estilo de vida ajuda a se localizar melhor. Se a ideia é morar em uma grande cidade, fica ainda mais fácil encontrar reportagens antes de partir. Mas fique sempre atento às fontes de notícia e confirme as informações para ter certeza de que não está sendo enganado.

Para essa mudança ser mais tranquila, faz diferença manter um dinheiro em caixa, independentemente do câmbio que você usará. Parece uma dica óbvia, mas ter essa reserva significa manter uma rede de segurança caso aconteça algum imprevisto, como ter que comprar uma passagem de volta antes do previsto por motivos fora do seu controle. 

A previsão de gastos precisa levar em conta também se você vai alugar um quarto apenas ou um apartamento; se vai sozinho ou com a família – ou até levar o cachorro. Existem diversos sites que podem ajudá-lo a fazer esse cálculo, como o Study UK para quem deseja estudar no Reino Unido. 

Não se esqueça da sua saúde: dentista, clínico geral, oftalmologista, cardiologista, exames preventivos, registro de vacinas... Tudo isso é de extrema importância quando o objetivo é morar fora. Agências que ajudam a achar cursos no exterior, em geral, também informam sobre seguro de saúde internacional e os requisitos de cada país. Se você já toma remédios que precisam de receitas, recomenda-se traduzi-las e viajar com caixas a mais.

Essa parte burocrática pode parecer trabalhosa e pouco divertida, mas também é onde muita gente se enrola. Por isso, tire um tempo para pesquisar exclusivamente sobre o assunto e faça uma lista para não deixar nenhum documento importante para trás.

É possível obter uma certificação internacional de proficiência on-line?

Muitas promessas de certificação em inglês on-line podem ser encontradas ao pesquisar sobre o tema na Internet. Porém, é importante lembrar que nem todos os exames de inglês disponíveis no mercado são aceitos por universidades ou governos de países estrangeiros. Há uma exigência alta quanto ao nível de qualidade e segurança da prova que apenas certificações internacionais específicas conseguem comprovar.

Alguns testes de proficiência, como o IELTS, por exemplo, podem ser realizados no computador, mas não de sua própria residência. É necessário estar em um local capacitado para garantir que o resultado da sua certificação internacional é legítimo, de forma que sua identidade foi devidamente verificada e a prova foi realizada em um ambiente controlado, sem acesso a materiais de estudo ou qualquer forma de ajuda externa.

Embora alguns exames possam ser feitos de forma on-line, especialmente no momento atual em que estamos praticando distanciamento social, há requisitos específicos que precisam ser comprovados para que eles tenham a mesma validade de um exame presencial. Antes de decidir por esse formato, é fundamental verificar se a instituição para a qual você está se candidatando aceitará esse resultado.

Em buscas pela Internet, também é comum encontrarmos testes de inglês on-line que podem ser feitos em poucos minutos, de forma gratuita. Contudo, eles não fornecem o mesmo tipo de certificação de que estamos falando neste artigo. Esses testes, de modo geral, medem seu nível de inglês superficialmente e não são aceitos para fins de comprovação de proficiência.

Como se preparar para uma certificação internacional?

Existem diversas formas de se preparar e chegar confiante para dar o melhor de si em situações de avaliação. Exercitar a concentração, treinar bastante com simulados e provas anteriores e definir um método de resolução de questões estão entre as melhores dicas.

Quanto mais você se sentir confortável para realizar uma certificação internacional, mais confiante você fará a prova. Então, praticar os diferentes formatos de questões e cronometrar o tempo que você leva para resolver cada etapa do exame conta muito na hora da preparação. Uma vez que você se sente pronto, não há nervosismo que seja capaz de te atrapalhar.

Reconhecer suas próprias competências a partir dos erros e acertos também é uma ótima maneira de se preparar e adquirir confiança. Você pode usar como método, por exemplo, estudar os pontos mais fracos para deixá-los mais fortes.

Outra ótima alternativa para lidar com o nervosismo é conhecer a fundo os materiais oficiais de preparação para as provas. O British Council, como um dos criadores do IELTS, ofecere diversos recursos para ajudar nos seus estudos, como vídeos, simulados e cursos on-line.

Qual versão do IELTS eu devo escolher?

Além de todas as versões das certificações que mencionamos neste artigo, ainda existem algumas versões específicas da certificação internacional IELTS, sabia?

Se você não está ciente delas, continue lendo para conhecê-las.

IELTS Academic

O IELTS Academic tem o objetivo de avaliar se você tem o nível de proficiência em língua inglesa exigido para ingressar em um curso de Ensino Superior, representando algumas das competências da linguagem acadêmica.

IELTS General Training

Já o IELTS General Training busca qualificar o seu conhecimento da língua inglesa em um contexto cotidiano. As questões e etapas da prova estão ligadas ao uso do idioma no trabalho e em situações sociais.

IELTS for UKVI

O IELTS for UKVI é especificamente utilizado para fins de vistos e imigração no Reino Unido e, por isso, possui um protocolo de segurança mais rígido que os demais exames. Se você quer trabalhar, estudar ou morar no Reino Unido pode ser que este seja o teste necessário a fazer para avaliar o seu inglês.

IELTS Life Skills

Desenvolvido para avaliar níveis iniciantes de inglês, o IELTS Life Skills é dividido em duas versões: o Life Skills A1 serve para comprovar o nível de conversação e interpretação oral (Listening e Speaking) com a finalidade de solicitar um visto para o Reino Unido e o Life Skills B1 usado para comprovar sua proficiência em conversação e compreensão oral (Listening e Speaking) com o propósito de solicitação de licença de permanência indefinida ou cidadania junto ao Departamento de Vistos e Imigração do Reino Unido (UKVI).  

IELTS Indicator

O IELTS Indicator é uma avaliação on-line que pode ser realizada para comprovar a proficiência em Língua Inglesa, enquanto os exames presenciais não estão disponíveis, devido à Covid-19. Ela é realizada da sua própria casa, com monitoramento remoto, e corrigida pelos mesmos avaliadores do IELTS tradicional. Porém, é importante saber que nem todas as organizações que aceitam o IELTS realizado de forma presencial aceitam também o IELTS Indicator. Por isso, é necessário confirmar com o escritório de admissões para não haver problemas futuramente, ok?

Dicas para o melhor desempenho na hora de realizar o exame para certificação internacional

Muito provavelmente você já está bem preparado com todas as informações que te passamos até aqui. Porém, é sempre bom estar com a confiança em 100% quando o assunto é sobre o seu futuro, não é mesmo?

Sabendo disso, traremos aqui recomendações valiosas para que você tenha a melhor performance na hora de realizar o seu exame de proficiência:

  • Descanse e alimente-se bem. Parece uma dica boba, mas pode ter certeza de que faz toda a diferença o seu corpo estar preparado para realizar uma avaliação. Se você estiver descansado e bem alimentado, não ficará pensando em terminar logo a prova para poder relaxar ou comer algo. Consequentemente, o seu foco será todo na avaliação e você se sairá muito melhor.
  • Prepare seu psicológico para encarar as horas de avaliação. Além da parte física, estar preparado psicologicamente é extremamente importante para que você dê o seu melhor e não perca o teste por não conseguir lidar com situações que demandam agir sob pressão.
  • Escolha o método de resolução da prova que funcione para você. Não adianta ouvir milhares de recomendações e não saber qual é a que mais se encaixa em seu perfil. É fundamental conhecer suas limitações e, mais ainda, os seus talentos e qualidades para utilizá-los da melhor maneira possível.
  • Acredite em seu potencial. Ter convicção de que você dará o seu melhor durante a realização do teste é conhecer-se a ponto de acreditar em si mesmo. Se você não depositar confiança em seu potencial, quem vai? Além disso, pessoas confiantes têm chances maiores de serem bem sucedidas no que quer que resolvam fazer.

Certamente sentir-se preparado depende de inúmeros fatores e nós, do British Council, podemos ajudá-lo nisto mais do que você imagina. Por sermos um dos criadores do exame IELTS, temos tudo o que você precisa para ser bem-sucedido na sua prova.

Conheça nossos recursos preparatórios para o IELTS.

Entre em contato conosco para mais informações.