Os anos 1970 foram de grandes eventos culturais e realizações para o British Council, com destaque para a vinda de Sua Alteza Real Príncipe Charles ao Brasil, em 1978, em sua primeira visita oficial como herdeiro do trono britânico a um país da América Latina. 

As grandes atividades também aconteceram em 1973, quando mais de 120 bailarinos do Royal Ballet of London se apresentaram nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Porto Alegre e Belo Horizonte, em uma das primeiras turnês do corpo de balé fora da Grã-Bretanha. Não acostumados com audiências nas casas das dezenas de milhares, os componentes da principal companhia de balé britânica se impressionaram com as plateias de mais de 20 mil pessoas que foram ver suas apresentações em lugares como o Ginásio de Brasília.

Continuam a visitar o Reino Unido, a convite do British Council, personalidades como o diretor do Conselho Federal de Medicina, Murilo Belchior, e o escritor Walmir Ayala, além de estudantes com bolsas de estudos (como o escritor Doc Comparato, que viaja em 1972) e profissionais em missões educativas, como o grupo de bibliotecários de agricultura. 

Destaques do período

A seguir, descubra os principais destaques da nossa história durante a década de 1970. 

Sua Alteza Real, o Príncipe do País de Gales, conhece funcionários e ex-bolsistas brasileiros do British Council durante visita ao nosso escritório no Rio de Janeiro, em março de 1978. Reprodução do British Council Annual Report 1977-78.
Sua Alteza Real, o Príncipe do País de Gales, conhece funcionários e ex-bolsistas brasileiros do British Council durante visita ao nosso escritório no Rio de Janeiro, em março de 1978. ©

Reprodução do British Council Annual Report 1977-78.

Andrew Ball (piano) e David Campbell (clarinete), no Brasil para uma quinzena cultural organizada pela Comunidade Europeia, visitam uma exposição de pôsteres. Reprodução do British Council Annual Report 1978-79.
Andrew Ball (piano) e David Campbell (clarinete), no Brasil para uma quinzena cultural organizada pela Comunidade Europeia, visitam uma exposição de pôsteres. ©

Reprodução do British Council Annual Report 1978-79.

1970

Junho de 1970

A convite do British Council, o pianista britânico Denis Matthews vem ao Brasil para se apresentar em Curitiba, acompanhado da Orquestra Sinfônica da BBC regida por Sir  Malcom Sargent. 

Julho de 1970

Em São Paulo, o Amadeus Quartet, o mais premiado quarteto de cordas britânico, se apresenta com o apoio do British Council, da Sociedade Brasileira de Cultura Inglesa e da Prefeitura de São Paulo. 

Setembro de 1970

A Associação de Professores de Inglês do Estado da Guanabara organiza uma série de conferências sobre literatura inglesa e americana, com a participação de Dr. Edward Moss, do British Council, falando sobre temas como Modern English Drama

Outubro de 1970

O Alfred Deller Trio, especializado em música da Renascença, se apresenta no Rio de Janeiro a convite do British Council. 

1971

Fevereiro de 1971

Em Pernambuco, e em parceria com o Instituto de Letras da UFP e da Sociedade Cultural Brasil-Estados Unidos, o British Council participa do I Seminário de Língua e Literatura Anglo-Americana, com a presença dos professores britânicos W. E. Moss e Ann Whitfield. 

No mesmo mês, liderados pelo professor John Tiffyn, um grupo de técnicos ingleses em televisão chega ao Brasil, a convite do British Council e da Embaixada do Reino Unido, com o objetivo de prestar assessoria para a Fundação Centro Brasileiro de TV Educativa, que daria origem à TVE Brasil, em 1975. 

12 de Março de 1971

O cantor Gilberto Gil se apresenta em Londres, no auditório do British Council, para lançar seu quarto álbum, com músicas em inglês e gravadas na capital inglesa. 

Maio de 1971

Em parceria com a Sociedade Brasileira de Cultura Inglesa, o British Council traz ao Brasil a companhia de teatro The Bristol Old Vic Company, com a presença dos atores Barbara Jefford e John Turner, que apresentam uma versão da peça “A Megera Domada”, no Teatro Municipal do Rio de Janeiro. 

Setembro a Novembro de 1971

Com o apoio do British Council, 13 artistas britânicos apresentam suas obras no Brasil, durante a XI Bienal de Arte de São Paulo. São eles: Aubrey Williams, Barry Flanagan, Bruce Mclean, Colin Self, Ivor Abrahams, John Blake, John Hilliard, Keith Arnatt, Kieth Milow, Mali Morris, Richard Long, Ted Hawke e Victor Burgin. 

26 de Novembro de 1971

Ao lado de Gal Costa, Gilberto Gil se apresenta novamente no auditório do British Council em Londres. 

1972

Setembro de 1972

A English Chamber Orchestra chega ao Brasil para se apresentar no Teatro Municipal do Rio de Janeiro Variações sobre um tema de Frank Bridge, de Benjamin Britten, além de peças de Mozart e de Bach. A orquestra é regida por John Pritchard. Apresentações também acontecem em Brasília, em parceria com a Fundação Cultural do Distrito Federal. 

1973

Março de 1973

Com o apoio do British Council, o Museu de Arte de São Paulo realiza uma exposição dedicada ao britânico Kenneth Armitage. Ao todo, foram exibidos 23 painéis fotográficos e desenhos originais, além de quatro esculturas em bronze produzidas entre 1951 e 1963. 

Março a Maio de 1973

A Royal Ballet Company, uma das companhias de balé mais importantes do mundo, vem ao Brasil para realizar apresentações nas cidades do Rio de Janeiro, São Paulo, Porto Alegre, Belo Horizonte e Brasília, com o apoio do British Council. Antes de sua vinda ao país, a Royal Ballet Company havia realizado turnês fora da Grã-Bretanha apenas nas cidades de Moscou e Nova York.  

Foram exibidas 29 apresentações ao todo, de peças de balé clássicas como O Lago dos Cisnes e A Bela Adormecida, com os cenários originais da Royal Opera Jouse, localizada em Covent Garden, Londres. 

Com 120 bailarinos, a companhia trouxe ao Brasil grandes personalidades do balé como Margot Fonteyn, declarada prima ballerina assoluta da companhia pela rainha Elizabeth II. Foi no Brasil que Margot Fonteyn se apresentou como a Princesa Aurora, de A Bela Adormecida - uma de suas performances mais reconhecidas -, pela última vez. 

O encerramento do tour da Royal Ballet Company aconteceu no Ginásio de Brasília, com uma audiência de mais de 19 mil pessoas. Ao todo, mais de 85 mil pessoas acompanharam as apresentações do Royal Ballet no Brasil em 1973.  

Abril de 1973

O London Contemporary Dance Theatre vem ao Brasil para realizar três apresentações de dança contemporânea no Rio de Janeiro. O grupo foi a primeira companhia de dança moderna britânica a visitar a América Latina. 

Maio de 1973

O Aeolin Quartet, um quarteto de cordas britânico, vem ao Brasil para apresentar pelas de Ravel, Debussy, Mozart, Beethoven, entre outros, nas cidades de Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília. A visita do conjunto é realizada com apoio do British Council. 

1974

Fevereiro de 1974

O V Seminário para Professores de Inglês é realizado no Rio de Janeiro, promovido pelo British Council e pela Associação de Professores de Inglês do Estado da Guanabara, abordando temas como uso de filmes e audiovisual no ensino de línguas e a psicologia do professor de línguas. 

Março de 1974

O New London Ballet vem ao Brasil com um grupo de 11 bailarinos para quatro apresentações em São Paulo, com o apoio do British Council. 

Abril de 1974

No Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro é inaugurada uma exposição sobre gravura inglesa contemporânea, chamada British Artists Prints of the Sixties, com 120 obras, entre serigrafias, litografias e gravuras em metal. 

Junho de 1974

É inaugurada uma exposição com a retrospectiva da obra de Bill Brandt, um dos mais importantes fotógrafos britânicos, com 51 de suas peças. 

Agosto de 1974

No Museu Nacional de Belas Artes, no Rio de Janeiro, o British Council realiza duas conferências em museologia ministradas pelo Professor Geoffrey Stanfield.  

1975

Julho de 1975

No Museu Nacional de Belas Artes, no Rio de Janeiro, o British Council inaugura uma exposição de livros e periódicos sobre Arte Contemporânea. São exibidos, ao todo, mais de 400 livros e jornais sobre arquitetura, decoração, balé, cinema, rádio, design, fotografia, entre outros, publicados no Reino Unido entre 1960 e 1973. 

Outubro a Dezembro de 1975

O British Council volta a apoiar a Bienal de Arte de São Paulo por meio da participação de 20 artistas britânicos na 13ª edição do evento, com nomes como Barry Flanagan, Bernard Cohen, Clive Barker, Rita Donagh e Tom Phillips. Uma menção especial é oferecida pela Fundação Bienal aos desenhos britânicos.

1976

Janeiro a Março de 1976

São exibidas, na Fundação Cultural, em Brasília, e no Museu de Arte Moderna, no Rio de Janeiro, parte das peças enviadas para o Brasil para a representação britânica da XIII Bienal de Arte de São Paulo, realizada em 1975. 

Maio de 1976

No Teatro João Caetano, o British Council apresenta a companhia de teatro britânico The Actors Company, que vem para o Brasil com as peças Silence and Landscape, de Harold Pinter, How the Other Half Loves, de Alan Auckbourn e Widower’s Houses, de Bernard Shaw. 

Dezembro de 1976

O New London Ballet retorna ao Brasil, a convite do British Council, após uma passagem em 1974, para apresentar novas peças de balé ao som de Debussy, Ravel e Rachmaniov. 

1977

Abril de 1977

Com a presença do compositor britânico Maxwell Davies, o grupo inglês de teatro musical Fires of London se apresenta nas cidades de Curitiba, Rio de Janeiro e Salvador, com o apoio do British Council. Foram exibidas peças como Pierrot Lunaire,  obra baseada em poemas de Alberto Giraud, e The Martyrdom of Saint Magnus 

Outubro a Novembro de 1977

Com apoio do British Council, o artista britânico Martin Naylor expõe seus trabalhos durante a XIV Bienal de Arte de São Paulo. 

Dezembro de 1977

O tenor britânico Gerald English realiza duas apresentações no Rio de Janeiro, com o apoio do British Council. Suas performances são baseadas em temas do compositor Bejamin Britten, considerado um dos maiores escritores de ópera do Reino Unido. 

1978

Março de 1978

O Príncipe Charles visita o Brasil no que viria a ser sua primeira visita oficial à América Latina. No país por nove dias, Sua Alteza Real passou por cidades como Rio de Janeiro, Congonhas (MG), São Paulo, Brasília e Manaus, visitando pontos como o Corcovado e a Ponte Rio-Niterói.  

Com o British Council, Sua Alteza Real participa de um coquetel na sede do Rio de Janeiro, com um grupo de seleto de ex-bolsistas, que haviam estudado ou estagiado no Reino Unido por meio de bolsas distribuídas pelo Conselho Britânico. 

Maio de 1978

Os britânicos David Campbell e Andrew Ball, clarinetista e pianista, respectivamente, apresental um recital musical no Rio de Janeiro, a convite do British Council. 

1979

Outubro de 1979

O British Council inaugura, no Salão Negro do Congresso, uma exposição de pôsteres da Grã-Bretanha, oriundos da coleção Alan Mabey, pertencente à Coleção de Arte do British Council. Trata-se de um vasto conjunto de obras variadas, como anúncios publicitários para exibição em revistas e paredes. 

Outubro a Novembro de 1979

A XV Bienal de Artes de São Paulo acontece novamente com o British Council mediando a presença britânica. Nesta edição, participaram oito artistas plásticos do Reino Unido: David Leverett, Dom Sylvester Houedard, Ian Breakwell, Jeff Instone, John Furnival, Richard Smith, Robert Adams e Tom Phillips. 

Nos anos 1980, uma exposição sobre Shakespeare ganha os corredores do Museu de Arte Moderna de São Paulo e o British Council continua a trazer orquestras completas para apresentações no país. Continue acompanhando a nossa história, na década de 1980